Conecte-se connosco

Crimes

SEF constitui médico como arguido por suspeita de auxílio à imigração ilegal

Publicado

em

Um médico residente na zona de Lisboa foi constituído arguido por suspeita de auxílio à imigração ilegal, usurpação de funções e falsificação de documentos, no âmbito de uma operação do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) hoje divulgada.

Em comunicado, o SEF refere que, ao abrigo do cumprimento de mandados judiciais, os inspetores fizeram buscas na casa e na viatura do arguido, de 53 anos, apreendendo “documentação física e digital relacionada com a prática dos crimes de que está indiciado”.

Em causa está a emissão de atestados médicos falsos “com a finalidade de cidadãos estrangeiros poderem obter junto do SEF a concessão ou renovação de autorizações de residência”, justificando a permanência em Portugal com a suposta necessidade de assistência médica prolongada que impedia o regresso destas pessoas aos seus países de origem.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade