Conecte-se connosco

Coimbra

Santana Lopes promete polo da Universidade de Coimbra na Figueira da Foz (com vídeos)

Publicado

em

Pedro Santana Lopes garantiu hoje, na cerimónia de tomada de posse como presidente da Câmara Municipal, que a Figueira da Foz vai ter uma extensão da Universidade de Coimbra “muito em breve”.

“A Figueira da Foz terá muito em breve um campus, uma extensão de uma das universidades mais prestigiadas do mundo, a Universidade de Coimbra”, disse enquanto discursava para mais de 800 pessoas que se deslocaram ao Centro de Artes e Espetáculos (CAE) para assistir à sessão.

Santana Lopes revelou que em reunião recente tida com Amílcar Falcão, reitor da UC, este lhe assegurou que tem o propósito de instalar um polo “num espaço que será só da Universidade”.

“Não podemos estar de costas voltadas para aquelas que são as nossas principais riquezas e a Figueira da Foz tem este privilégio: o mar, o rio, as lagoas”, afirmou o autarca, dizendo que “todos os institutos e escolas superiores que queiram vir para a Figueira são também bem-vindos”.

Em relação à extensão da UC, Santana Lopes revelou ao jornalistas, no final da sessão, que se debruçará sobre “uma área ligada ao mar, com aulas e investigação, podendo eventualmente incluir outras, nomeadamente a floresta”. Esse é ” um trabalho que vai ser desenvolvido com a reitoria”, acrescentou.

Questionado sobre se a instalação da UC na Figueira poderá ocorrer já no próximo ano letivo, Santana Lopes respondeu que “é esse o propósito” e “foi para isso” que começou a “trabalhar mesmo antes de tomar posse”.

Durante o seu discurso, Pedro Santana Lopes, que foi eleito pelo movimento independente Figueira A Primeira sem maioria absoluta, teceu vários elogios à forma como o seu antecessor Carlos Monteiro (PS) liderou o executivo e lhe tem passado as pastas.

Sobre eventuais acordos de governação, o autarca não descartou nenhuma possibilidade. ” O que vier por bem, será bem-vindo. Vamos tentar dar o exemplo que é trabalhar em conjunto”, afiançou, acrescentando: “ou vai ser medida a medida ou vamos ter um acordo mais duradouro”. O movimento independente Figueira A Primeira elegeu quatro vereadores, o PS outros quatro e o PSD um, Pedro Machado, que renunciou ao cargo sendo substituído pelo número dois, Ricardo Silva.

Questionado sobre se tem acompanhado o processo de eleições internas no PSD, depois de Rui Rio ter proposto o adiamento, Santana respondeu: “estou longe e fora disso, que tomem as melhores decisões”.

Quem mereceu destaque no longo discurso de Santana Lopes foi Conceição Monteiro, ex-secretária de Sá Carneiro, que marcou presença na primeira fila do CAE.

Veja aqui o direto NDC com as declarações de Pedro Santana Lopes no final da cerimónia:

Assista a toda a cerimónia de tomada de posse no direto NDC:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link