Conecte-se connosco

Política

Rui Rio diz em Coimbra que probabilidade de PSD vencer “é mais elevada”

Publicado

em

O presidente do PSD afirmou hoje que a possibilidade de o seu partido vencer as eleições legislativas “é mais elevada” do que a de o PS ganhar, mas admitindo que a disputa está “bastante equilibrada”.

Numa tarde mais quente que a dos últimos dias na caravana do PSD, que desceu do Norte, gaitas de foles e bombos animaram a arruada ‘laranja’ que juntou centenas de pessoas na baixa de Coimbra, mas não contou com a presença do presidente da Câmara, José Manuel Silva, independente que encabeçou uma coligação de partidos e movimentos liderada pelo PSD.

“Nem sei, não lhe perguntei sobre isso”, afirmou Rui Rio, quando questionado sobre esta ausência, em mais uma ação de rua em que foi entrando em várias lojas e foi cumprimentado por vários populares com mensagens de confiança.

Questionado a meio do percurso sobre os resultados que espera para as legislativas antecipadas de 30 de janeiro, Rio diz que não ficará surpreendido se o PSD vencer.

“É tão natural ganhar o PSD como ganhar o PS, fico surpreso se o PS ganhar”, salientou.

O presidente do PSD admitiu que a disputa eleitoral entre os dois partidos está “bastante equilibrada” e “é muito difícil dizer quem vai ganhar”.

“Eu pelo que vou sentindo e vou vendo, já levo muitas eleições, acho que a probabilidade de o PSD ganhar é mais elevada que o PS, mas vamos ver”, disse.

“É desta vez”, “vai ganhar”, disseram-lhe alguns populares, enquanto a JSD estreava o habitual cântico de contagem decrescente para as eleições: “Já só faltam nove dias para a vitória”.

Numa loja de lãs, Rio foi desafiado pela proprietária a aprender tricô, com o presidente do PSD a responder: “Se calhar, para quando estiver lá sentado na Assembleia da República…”.

Mais à frente, comprou uma moeda de um euro comemorativa dos 20 anos da União Económica e Monetária e, apesar de não ser supersticioso, atribuiu-lhe um significado especial.

“Este não é para gastar, é para guardar, foi a última moeda que eu comprei antes de ganhar as eleições em 2022”, afirmou.

Outra pergunta frequente ao longo da arruada foi sobre o estado de saúde de Rui Rio, que na quinta-feira teve de se ausentar por 40 minutos de uma ação de campanha devido a um sangramento nasal.

“E o narizito está melhor?”, perguntava uma apoiante.

“Está melhor, aparentemente”, respondeu, mas ao desafio de “está pronto para a outra”, também foi rápido ao dizer: “Não estou, não”.

Os jornalistas questionaram a assessoria do PSD se seria possível obter uma reação de Rui Rio quanto à absolvição do presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, no processo Selminho, mas, no final, foi dito que o líder social-democrata não faria declarações sobre o tema por se tratar de um assunto local.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link