Coimbra

Rua da Sofia vai ser requalificada depois das obras do metrobus

Notícias de Coimbra com Lusa | 1 ano atrás em 17-03-2023

O presidente da Câmara Municipal de Coimbra, José Manuel Silva, revelou hoje que a Rua da Sofia, classificada há dez anos como Património Mundial da UNESCO, vai ser requalificada assim que terminarem as obras do metrobus.

PUBLICIDADE

“A Rua da Sofia merece e precisa de ser requalificada. Irá sê-lo assim que terminarem as obras do metrobus”, garantiu.

Na sua intervenção na apresentação do programa comemorativo dos 10 anos da classificação da Universidade de Coimbra, Alta e Sofia como Património Mundial da UNESCO, o autarca defendeu que, apesar do seu enorme potencial, esta rua tem “necessidades enormes”.

PUBLICIDADE

“A Rua da Sofia vai ser modificada, requalificada, dignificada. Queremos também trabalhar para que o património mundial da Rua da Sofia se possa abrir mais à comunidade e as próprias entidades que gerem e são donas desse património também estão interessadas”, referiu.

José Manuel Silva evidenciou que, nos últimos anos, a Câmara Municipal de Coimbra tem-se empenhado na requalificação da Alta, onde tem havido “um grande investimento” e “algumas polémicas de permeio”.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

“Mas as obras têm avançado, esse património tem sido requalificado e está a ser embelezado, para que nós nos orgulhemos cada vez mais dele. Cumprimos o que é a nossa obrigação como património Mundial, que é cuidar desse património, respeitando naturalmente a história e a cultura da nossa cidade e desse mesmo património”.

O autarca aludiu às “múltiplas obras” realizadas, entre as quais a requalificação do Largo da Sé Velha e das ruas adjacentes, do Largo de São Salvador e do Pátio da Inquisição.

“Foram vários milhões de euros despendidos pela Câmara nesta requalificação do património”, frisou.

À margem da apresentação do programa comemorativo dos 10 anos da classificação da UNESCO, o presidente da Câmara Municipal de Coimbra esclareceu que as obras do metrobus deverão ocorrer no final de 2024 ou início de 2025, altura em que deverá avançar a intervenção na Rua da Sofia, que “ficou para último”.

Depois do “papel extraordinário da Universidade de Coimbra na reabilitação do património universitário” e do investimento da Câmara Municipal na Alta, José Manuel Silva admitiu que “falta o vértice do triângulo”.

“A Rua da Sofia, a partir do momento em que o metrobus esteja a funcionar, pode ser requalificada em termos de mobilidade e de trânsito, que irá naturalmente diminuir. Os seus passeios serão alargados e poderemos ter uma outra vivência da Rua da Sofia”, informou.

No seu entender, é ainda essencial que todos trabalhem “para abrir os colégios que são património mundial”.

“Nós temos um património mundial lindíssimo, riquíssimo, que a maioria das pessoas não conhece e o património mundial está fechado ao mundo. Nós não podemos continuar a aceitar que isso seja normal, porque é uma contradição”, concluiu.

Related Images:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE