Conecte-se connosco

Cidade

Cristina Robalo Cordeiro apresenta romance no Convento de S. Francisco

Publicado

  em

 

A mais recente obra de Cristina Robalo Cordeiro, um romance intitulado “Fuga Marroquina”, será lançado sexta-feira, 24 de junho, pelas 18 horas, no Convento de S. Francisco, com a apresentação a cargo de José de Faria Costa (actual Provedor de Justiça).

cristina robalo cordeiro

Editado pela Minerva Coimbra, este é o primeiro romance da autora – que, para além de muitas obras de cariz académico, já antes publicara, na mesma editora, um livro de novelas intitulado “Reminiscências da Luz”, distinguido com uma Menção Honrosa do Prémio Literário Orlando Gonçalves, na Amadora.

Professora Catedrática da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (de que foi Vice-Reitora durante vários anos), Cristina Robalo Cordeiro foi recentemente condecorada com as insígnias de Comendador da Ordem do Infante D. Henrique, em cerimónia que decorreu na Embaixada de Portugal em Rabat. Meses antes tinha

sido distinguida com a Legião de Honra, a mais elevada condecoração atribuída pela República Francesa, como reconhecimento do excepcional trabalho desenvolvido em prol da francofonia ao longo da sua notável carreira académica e da sua actividade cívica.

Um trabalho que já lhe valera a condecoração, pelo Governo Francês, com os graus de “Chevalier de l’Ordre des Palmes Académiques”, em 1993, e de “Officier de l’Ordre des Palmes Académiques”, em 2001, bem como a atribuição pelo “Cercle Richelieu Senghor”, em 2008, do Prémio da Francofonia (que em cada ano distingue uma personalidade que tenha contribuído, de forma excepcional, para a divulgação da língua e da cultura francesas no Mundo).

Em 2010 foi também distinguida com o grau de Oficial da Ordem de Mérito do Grão-Ducado do Luxemburgo e nesse mesmo ano recebeu o título de Doutor Honoris Causa pela Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Nascida em Coimbra em 1954, Cristina Robalo Cordeiro tem um curriculum brilhante, em termos académicos, culturais e cívicos.

Assim, para além das funções acima referidas, ocupou (ou ocupa ainda), para além de outros, os seguintes cargos: Cônsul Honorária de França em Coimbra, Presidente do Conselho de Administração da Fundação Cultural da Universidade de Coimbra, Directora da Casa-Museu Miguel Torga, Directora da revista “Confluências”, Directora da Colecção Minerva/Literatura, membro da Comissão de Avaliação das Universidades Portuguesas, Presidente da APLC (Associação Portuguesa de Literatura Comparada); Vice-Presidente da AIL (Associação Internacional de Lusitanistas); representante das Universidades Portuguesas no “Grupo de Tordesilhas” e membro do Conselho Científico dos Arquivos e Museu da Literatura de Bruxelas.

Está a viver há alguns anos em Marrocos, onde é Directora do Bureau Magrebe da AUF (Agence Universitaire de la Francophonie), com sede em Rabat e que abrange mais de uma centena de Universidade dos países do Norte de África. Para além de participar em várias organizações internacionais, tem uma vasta obra académica publicada em Portugal, França e outros países.

 

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade [video width="1280" height="1280" mp4="https://www.noticiasdecoimbra.pt/wp-content/uploads/2020/11/banner-NDC-radioboanova.mp4" loop="true" autoplay="true" preload="auto"][/video]
Publicidade
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com