Conecte-se connosco

Académica

Remador olímpico Pedro Fraga ‘reforça’ Académica de Coimbra rumo a Tóquio2020

Publicado

em

O experiente remador Pedro Fraga, o melhor português de sempre na modalidade, tornou-se ‘reforço’ da Académica de Coimbra a uma semana de tentar a terceira participação em Jogos Olímpicos.

Aos 38 anos, o atleta nascido no Porto e que conta com dois diplomas olímpicos – com Nuno Mendes, double-scull peso ligeiro, foi oitavo em Pequim2008 e quinto em Londres2012 – prossegue a carreira em Coimbra, depois de deixar o Sporting, que desinvestiu em várias modalidades, como a canoagem, que incluía o vice-campeão olímpico Emanuel Silva.

No mesmo double-scull peso ligeiro (LM2x) foi duas vezes vice-campeão do mundo sub-23 (Poznan, Polónia, em 2004 e Amesterdão, Países Baixos, 2005) e duas vezes vice-campeão europeu, em Montemor-o-Velho, em 2010, e em Varese, Itália, em 2012, além de uma medaha de bronze em Plovdiv, Bulgária, em 2011.

Somou igualmente duas pratas nas taças do Mundo de Bled2015, na Eslovénia, e Plovdiv2019, e três bronzes em Hamburgo2013, na Alemanha, e Sydney2013, na Austrália.

Em barco individual, skiff peso ligeiro (LM1x), foi campeão europeu em Belgrado em 2014 e vice-campeão em Sevilha, Espanha, em 2013.

A estes resultados há a juntar o ouro nas taças do Mundo de Eton, Inglaterra, e Lucerna, Suíça, ambas em 2013, e ainda três finais em mundiais, destacando-se o quarto lugar em Chungju2013, na Coreia do Sul.

O remador portuense representou o Sport Clube do Porto entre 1997 e 2012, altura em que se transferiu para o Sporting, competindo pelos ‘leões’ até 2020.

Na próxima semana, juntamente com Afonso Costa, do Clube Naval Setubalense, vai disputar em Varese uma das duas vagas europeias remanescentes para Tóquio2020.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link