Conecte-se connosco

Lazer

Relembre as grandes mudanças da indústria do streaming em 2022

Publicado

em

2022 já está próximo do fim, e trouxe inúmeras mudanças em diversas indústrias, na vida cotidiana, no entretenimento, e nas redes sociais. Avanços tecnológicos e culturais estão constantemente influenciando a forma como fazemos e consumimos as coisas, e é fácil esquecer o que é novidade e o que sempre existiu.

Por isso, aproveitando retrospectivas como a da ExpressVPN que discute a indústria do entretenimento em 2022, vale a pena relembrar as principais mudanças que o mercado do streaming vivenciou ao longo do ano. Confira. 

Redes 5G oferecem alta velocidade

Uma das principais novidades para o público em 2022 não é oriunda diretamente da indústria do streaming, mas altera completamente sua popularidade: a chegada de aparelhos e antenas com suporte ao 5G. 

As redes 5G representam a nova geração de tecnologias de conexão móvel à internet, evoluindo em pontos importantes quando comparadas às atuais redes 4G utilizando-se de três tipos diferentes de sinal: 

Low-band: Usa sinais inferiores a 2 GHz, onde existiam os canais de televisão analógica que já foram desativados quase que mundialmente. As redes 5G low-band possuem velocidade semelhante ao 4G, mas oferecem um número muito maior de aparelhos conectados sem perder qualidade. 

Mid-band: Ondas entre 2 e 10 GHz. Essa faixa é compartilhada com sinais de Wi-Fi, Bluetooth e 4G. Isso permite que a técnica de DSS para mesclar redes já existentes seja usada com repetidores 5G, permitindo que a transição entre antenas e áreas de cobertura seja suave e não apresente interrupções. 

High-band: Chamada de mmWave, ou onda-milímetro, é a grande novidade chamativa das redes 5G. Suas velocidades altíssimas superam a casa dos 200 gigabits por segundo, mais rápidas que as redes domésticas de fibra óptica. A desvantagem é o alcance extremamente baixo do sinal, não superando um quarteirão por antena. 

Conjuntamente, essas três tecnologias permitem que usuários assistam ao conteúdo via streaming pelo celular sem precisar baixar nada de antemão, com baixo atraso, alta qualidade de imagem, e nenhum travamento, possibilitando novidades como músicas em alta fidelidade, conteúdo em HDR e Dolby Vision em apps como a Netflix, e até mesmo streaming de jogos interativos em tempo real. 

Netflix muda drasticamente políticas sobre preço e publicidade

Embora lucrativa, a indústria do streaming atualmente enfrenta diversos problemas como a desaceleração do crescimento, a migração de assinantes de um serviço para outros, e a saturação dos consumidores com o número de assinaturas mensais. Por isso, as empresas do segmento estão testando diferentes abordagens para monetização e melhor extração de valor de seus clientes.

E a Netflix, considerada pioneira no setor, chocou o público e investidores ao anunciar duas propostas polêmicas em 2022: a disponibilização de um plano que possuirá anúncios inseridos antes do conteúdo, quebrando a experiência dita “limpa” do aplicativo e contradizendo pontos importantes do marketing da plataforma, bem como a proibição do compartilhamento de contas por usuários de casas diferentes.

Atualmente, um plano premium do serviço oferece acesso simultâneo a cinco dispositivos, independentemente de sua localização. Mas em breve, a empresa afirmou que todos os dispositivos precisarão estar presentes na mesma residência, isto é, será impossível compartilhar perfis com amigos, familiares, parceiros românticos, ou qualquer outro que não esteja ao lado do proprietário da assinatura. A reação do público ao anúncio foi extremamente negativa, no entanto, a empresa garante para sua mesa de investidores que a decisão não impactará a retenção dos usuários e aumentará o faturamento em mercados como o Brasil e os Estados Unidos. 

HBO Max e Discovery Plus se tornarão um único serviço

Por fim, uma notícia que preocupou fãs e gerou resultados inesperados foi a mescla dos serviços HBO Max e Discovery Plus – apesar de, à princípio, a consolidação ajudar o entendimento dos consumidores e facilitar a assinatura dos serviços, acordos de licenciamento e disputas internas resultaram na perda de diversos estúdios de criação de conteúdo e deu fim à continuidade de algumas séries oferecidas pelas plataformas, incluindo o possível encerramento do Cartoon Network, rede clássica de animação. 

2023 promete ainda mais novidades para o setor, e lançamentos como A Casa do Dragão demonstram que o público está mais interessado do que nunca no consumo de mídia digital. 

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com