Reitor arrasa Poder Local

Notícias de Coimbra | 7 anos atrás em 19-05-2017

João Gabriel Silva afirmou hoje que o principal insucesso do poder local em Portugal é a desertificação do território.

PUBLICIDADE

O Reitor da Universidade de Coimbra falava na sessão de abertura do Colóquio internacional 40 anos de “Poder Local Democrático: 40 Anos Depois” organizado pelo  Centro de Estudos de Direito do Ordenamento, do Urbanismo e do Ambiente (CEDOUA), na Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, sessão que também contou com as intervenções de Fernando Alves Correia, Rui Figueiredo Marcos, Manuel Machado e Eduardo Cabrita.

O poder local fracassou, há muitas razões para isso, mas a principal é a desertificação de Portugal, salientou o Reitor da Universidade de Coimbra. Na realidade, o pais é cada vez mais as áreas metropolitanas de Lisboa e Porto, lamentou, antes de concluir que os últimos 40 anos de poder local “não foram um sucesso”.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

Num registo bastante critico, João Gabriel Silva citou “o exemplo perverso” da Entidade de Serviços da Administração ao Pública, entidade que só cria emprego e riqueza em Lisboa.

PUBLICIDADE

Prosseguindo no mesmo tom, sempre em defesa da descentralização, o  Reitor citou os exemplos dos tribunais superiores alemães, que,  ao contrário do que acontece em Portugal, estão todos fora da capital.

João Gabriel Silva voltou a repetir que Coimbra é o melhor sitio em Portugal para colocar o Tribunal Constitucional, “até porque os últimos presidentes têm sido todos de cá”.

Porque é que a gestão do COMPETE está em Lisboa? Porque é que a gestão do PO SEUR está em Lisboa?  Porque é que a gestão do POSH está em Lisboa? Foram outras das questões levantadas pelo líder da UC.

Ouça todo o discurso “arrasador” de João Gabriel Silva:

Dirigido principalmente aos atuais e antigos titulares dos órgãos do Poder Local, aos trabalhadores da administração local, aos estudiosos do Poder Local Democrático e aos cidadãos em geral, o  Colóquio “Poder Local Democrático: 40 Anos Depois”, que decorre hoje e amanhã,  pretende, mais do que enaltecer as importantes e decisivas missões até hoje desenvolvidas pelas autarquias locais nos domínios do progresso económico, social, cultural e ambiental das populações locais, da promoção da coesão territorial e do aprofundamento da participação dos cidadãos nas decisões da Administração Pública, refletir, prospectivamente, sobre o Poder Local no Século XXI, os caminhos da reforma do Poder Local e os grandes desafios do futuro das autarquias locais.

Veja o vídeo de toda a sessão de abertura que transmitimos em directo:

Related Images:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE