Conecte-se connosco

Região

Região de Coimbra lança concurso internacional para concessão do transporte público de passageiros

Publicado

em

O Conselho Intermunicipal da CIM Região de Coimbra aprovou, por unanimidade, o lançamento do concurso público internacional para a concessão do Serviço Público de Transporte Rodoviário de Passageiros na Região de Coimbra.

«Com esta concessão queremos garantir o transporte público para toda a população da Região de Coimbra, desde os territórios mais urbanos, aos de baixa densidade. O novo concessionário terá de garantir mais linhas, novos horários, maior qualidade e eficiência ambiental nas frotas e assegurar a compatibilização com o sistema de bilhética intermodal», realça o Secretário Executivo da CIM Região de Coimbra, Jorge Brito.

A rede colocada a concurso apresenta uma extensão total máxima de aproximadamente 7,9 milhões de quilómetros anuais, tendo por base a rede atual, nas suas diversas vertentes, com um conjunto de ajustamentos estruturais e cirúrgicos, com o objetivo de melhorar a eficiência e eficiência do transporte público.

A concessão terá a duração de 5 anos, prorrogáveis até um período máximo de 2 anos, prevendo, ainda, um período de transição de 6 meses, quer no início quer no final do contrato.

A este procedimento concursal corresponde uma despensa pública máxima de cerca de 22 milhões de euros suportados pelos Municípios da CIM Região de Coimbra ao longo de toda a concessão, sendo o valor económico da concessão estimado em cerca 15  milhões de euros anuais, de acordo com os estudo de a avaliação económico-financeira efetuados.

Relativamente à frota a utilizar pelo futuro concessionário, a CIM Região de Coimbra estabeleceu requisitos que protejam o meio ambiente, nomeadamente a idade máxima e média da frota e a classe de emissões poluentes dos veículos.

Esta é a primeira vez que a Comunidades Intermunicipal, enquanto Autoridade de Transportes, é chamada a promover este tipo de concursos, o que obrigou – no caso da Região de Coimbra, como a maior comunidade intermunicipal do país -, a um trabalho técnico muito complexo e moroso, iniciado em 2018, para definir as várias peças concursais, que acabou por sofre algum atraso devido à consequências ainda sentidas no transporte público provocadas pela pandemia Covid 19.

O lançamento deste concurso público internacional surge na sequência do parecer prévio vinculativo pela Autoridade da Mobilidade e dos Transportes no passado mês maio, que emitiu parecer positivo às peças do concurso a lançar pela CIM Região de Coimbra.

Recorde-se ainda que a CIM Região de Coimbra está a implementar o transporte flexível em praticamente todos os concelhos da região, para satisfazer as necessidades das populações, sobretudo das que estão mais isoladas.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade [video width="1280" height="1280" mp4="https://www.noticiasdecoimbra.pt/wp-content/uploads/2020/11/banner-NDC-radioboanova.mp4" loop="true" autoplay="true" preload="auto"][/video]
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com