Conecte-se connosco

Região de Coimbra estuda criação de parques de recolha de madeira queimada

Publicado

em

A criação de parques para recolha e armazenamento da madeira queimada resultante dos incêndios que assolaram a região a 15 de Outubro deste ano foi o tema central da reunião realizada na manhã de hoje, nas instalações da Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra (CIM RC).

madeira queimada

Promovido por esta Comunidade Intermunicipal, o encontro de trabalho contou com a participação de presidentes e vereadores dos 19 Municípios que compõe a maior CIM do nosso país, bem como de elementos dos gabinetes técnicos florestais, do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas e das associações representativas das organizações de produtores florestais.

Na ocasião foram analisadas as consequências dos incêndios que assolaram a região e decidido o passo seguinte na atuação das entidades participantes na  reunião realizada em Coimbra e que conduzirá a um levantamento, por parte dos municípios e em colaboração com associações representativas das organizações de produtores florestais, dos locais que reúnem as melhores condições para a instalação dos parques destinados a receber a madeira queimada.

FOTO 2

Do trabalho a realizar, sairá uma proposta de localização que será dada a conhecer a todas as partes envolvidas e enviada ao Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento para avaliação.

A fragilidade económica em que se encontram os produtores florestais na sequência da tragédia do passado mês e o facto da indústria não possuir capacidade produtiva para escoar em tempo aceitável a madeira ardida e o facto desta, sem chuva, apodrecer muito rapidamente, reforçam a importância da estratégia definida pela CIM RC e a urgência da criação dos referidos parques.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com