Conecte-se connosco

Lazer

Rede cultural leva 20 espetáculos multidisciplinares a cinco municípios da região Centro

Publicado

em

A segunda fase do projeto “5 Municípios. 5 Culturas. 5 Sentidos” vai levar no próximo ano 20 espetáculos itinerantes aos municípios de Águeda, Idanha-a-Nova, Óbidos, São Pedro do Sul e Seia, foi hoje anunciado.

O projeto que foi apresentado hoje à tarde em Águeda, no distrito de Aveiro, tem a duração de 12 meses e conta com um investimento de quase 300 mil euros, cofinanciados pelo Centro 2020, Portugal 2020 e União Europeia através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

“Pretendemos que a cultura esteja mais próxima dos cidadãos, captar mais visitantes para os nossos concelhos e também dar a conhecer as nossas associações e o melhor que se faz localmente”, disse o vice-presidente da Câmara de Águeda, Edson Santos.

Em declarações à Lusa, o autarca referiu que esta iniciativa vem dar continuidade ao projeto iniciado em 2018, aproveitando a rede que já tinha sido criada na primeira candidatura, apenas com uma alteração que foi a entrada do município de Seia e a saída da Lousã.

O vice-presidente da Câmara de Águeda destaca a importância de os municípios trabalharem em conjunto, “acabando por fazer projetos maiores do que se estivessem a trabalhar isoladamente”.

“Ao trabalharmos em rede, trocamos experiências, trocamos conhecimentos e muitas vezes conseguimos até fazer mais, com menos dinheiro. Isto devia acontecer mais vezes. Os municípios às vezes trabalham muito isolados e acabamos por não evoluir tanto como podíamos evoluir se trabalharmos numa rede”, vincou.

Nesta segunda fase do projeto “5 Municípios. 5 Culturas. 5 Sentidos” serão apresentados 20 espetáculos multidisciplinares que vão entrar em itinerância pelos municípios de Águeda, Idanha-a-Nova, Óbidos, São Pedro do Sul e Seia.

Será ainda realizada uma coprodução artística entre a comunidade destes cinco municípios e uma reputada companhia nacional que levará cinco espetáculos a este território, um por cada município.

Numa primeira fase decorrerá um período de residências artísticas onde irão participar agentes culturais de cada um dos municípios, envolvendo desta forma a comunidade de forma direta no desenvolvimento do projeto.

Após o período de residência artística, o projeto artístico criado entra em itinerância, originando espetáculos sociocomunitários, estimulando a inclusão social, o acesso à cultura e a formação e qualificação de públicos.

Cada um dos cinco territórios tem definida uma ação específica: Águeda (cultura criativa); Seia (cultura pedagógica); Idanha-a-Nova (cultura musical); Óbidos (cultura literária) e São Pedro do Sul (cultura feminina).

A sessão, que contou com a presença dos representantes dos cinco municípios que integram esta Rede Cultural, fortemente ancorada no património material e imaterial deste território, terminou com a degustação de produtos regionais dos cinco municípios.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link