Mundo

Recibo de pizza denuncia homicida de 12 anos acusado de matar o vizinho

Notícias de Coimbra | 1 ano atrás em 01-04-2023

Um jovem de 12 anos está acusado de matar o vizinho, de 34, com quem normalmente jogava videojogos, tudo para roubar as armas de fogo do homem. O caso aconteceu nos EUA.

PUBLICIDADE

O recibo de uma pizza foi o suficiente para a polícia de Wisconsin suspeitar do rapaz que está acusado homicídio. Segundo a denúncia que a NBC teve acesso e que a CNN Portugal cita, Brandon Felton tinha 34 anos e era habitual receber o menor em casa para jogarem juntos. Como terá acontecido no dia fatídico, a 15 de março.

As autoridades receberam um alerta do primo da vítima, que estranhou a ausência do familiar. A polícia norte-americana deslocou-se à habitação de Brandon e encontraram-no morto envolvido numa poça de sangue, como conta a notícia.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

Na sala, estava um recibo e uma bala. “Esse recibo era de um pedido da Domino’s Pizza, que mostrava que uma encomenda de comida feita por um ‘Brandy’”, adianta a queixa. O recibo tinha um número de telemóvel que ao ligarem questionaram quem atendeu se conhecia Felton, a pessoa negou e desligou o telefonema.

PUBLICIDADE

A mãe do rapaz de 12 anos levou-o à polícia para prestar declarações, já que tinham ouvido falar sobre a morte do vizinho “pela avó”. “O réu afirmou continuamente que não pediu comida naquela noite e que nunca encomendou comida na casa de Felton. Alegou que não sabia nada acerca da pizza e que Felton nunca usou o seu telemóvel para pedir comida”, como consta na denúncia. Mesmo depois de confrontado, o rapaz continuou a dizer que desconhecia as circunstâncias do caso.

Contudo, é a mãe que dá o alerta ao desmentir o filho e contando à polícia que ele tinha estado naquele dia em casa do vizinho. O primo também corrobora a tese. “Ele e os amigos foram lá para comprar as armas de Felton. Mas ele não as queria vender, então foram até lá para roubar”.

A NBC interrogou a advogada de defesa, Katie Holtz, sobre se a criança iria ser julgada como adulta, ao qual respondeu: “Em Wisconsin, qualquer criança acusada de homicídio deste grau, se tiver mais de 10 anos, começa a ser julgada como uma adulto. Depois, pode pedir ao tribunal que transfira o caso para um tribunal de família e menores”.

As autoridades acederam ao telemóvel da criança e descobriram mensagens de texto incriminatórias enviadas a 9 de março. Exemplo disso é “Vou fazer isso ao Brandan” e “Ou devo matá-lo agora”.

A autópsia revelou que a vítima foi morta por um único tiro na cabeça, diz a denúncia.

 

Related Images:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE