Coimbra

Reabilitação da escola Eugénio de Castro em Coimbra com apoio aprovado de 9,7 milhões

Notícias de Coimbra com Lusa | 1 mês atrás em 14-06-2024

Imagem: Câmara Municipal de Coimbra

A requalificação da escola básica Eugénio de Castro vai ter um apoio de 9,7 milhões de euros, no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência, foi hoje anunciado pela vereadora da Câmara de Coimbra com a pasta da educação.

PUBLICIDADE

A candidatura de requalificação foi aprovada no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), com a Câmara de Coimbra a assegurar um apoio de 9,7 milhões de euros (ME) para uma empreitada que deverá ter um custo global de cerca de 10,4 ME, afirmou a vereadora Ana Cortez Vaz, que falava durante a reunião do executivo.

“Concretizar-se-á agora um objetivo prioritário para o Município de Coimbra que envolveu os seus profissionais na conceção e aprovação do projeto e materializa-se um pedido reivindicado há muito pela comunidade educativa”, salientou a responsável.

PUBLICIDADE

Segundo a vereadora, aquela escola básica assistia à “progressiva degradação das instalações”, que datam de 1972.

O projeto de requalificação pretende dar resposta “aos atuais graves problemas de conservação e responderá aos desafios de inovação pedagógica, de modernização e conforto dos edifícios e mitigará as alterações climáticas, melhorando fortemente o conforto térmico, a eficiência energética e de recursos hídricos”.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

“Além da reabilitação e beneficiação das infraestruturas, serão melhorados os espaços específicos para as disciplinas artísticas, laboratoriais e desportivas”, sublinhou Ana Cortez Vaz.

A empreitada deverá estar concluída em junho de 2026.

Na sua intervenção, a vereadora, que conta também com a pasta da habitação social, referiu que a Câmara de Coimbra já assinou um termo de responsabilidade para acelerar os processos de construção e reabilitação associados ao Programa 1.º Direito, do PRR.

Aproveitando essa medida avançada pelo atual Governo, o município já viu aprovada a reabilitação de 33 fogos no bairro Fonte do Castanheiro, cuja candidatura tinha sido submetida há nove meses e continuava sem resposta por parte do Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (IHRU).

Também no período antes da ordem do dia, o presidente da Câmara de Coimbra, José Manuel Silva deu conta de que espera que os procedimentos para comprar 30 autocarros elétricos, anunciado este ano, “possa acontecer em 2025”.

O autarca congratulou-se ainda com a inauguração de um centro da multinacional Constellation Automotive Group, que opera no mercado automóvel, no Estádio Municipal de Coimbra, que conta já com 50 trabalhadores e que perspetiva chegar aos 250 até 2026.

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE