Desporto

Rali de Portugal na Região: Tudo o que deve saber

Notícias de Coimbra | 2 meses atrás em 07-05-2024

A 57.ª edição do Rali de Portugal vai contar com 22 especiais de classificação, a disputar entre centro e norte do país, de quinta-feira a domingo.

PUBLICIDADE

A quinta etapa do Mundial de ralis (WRC) é a que tem mais especiais no seu percurso desde a edição de 2012, quando, disputada entre Lisboa e Algarve somou o mesmo número de classificativas.

A prova lusa, que abre a fase europeia de terra no WRC, apresenta em 2024 um percurso semelhante ao do ano passado, com um total de 1.690,12 quilómetros de extensão e 337,04 quilómetros cronometrados (face aos 335,26 de 2023).

PUBLICIDADE

De acordo com a organização, a cargo do Automóvel Club de Portugal, a principal novidade são mesmo as 22 especiais de classificação.

A ação começa, como é habitual, na quinta-feira de manhã, em Baltar, com o ‘shakedown’ [aquecimento] de 4,61 quilómetros, seguindo-se a cerimónia de partida oficial, novamente em Coimbra, a partir das 17:00.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

Os concorrentes rumam, depois, à Figueira da Foz, para a superespecial de abertura, este ano com 2,94 quilómetros e com início às 19:05.

A sexta-feira abre com as tradicionais especiais de terra da região centro, com a classificativa de Mortágua (18,15 km) a ser percorrida duas vezes, a abrir e a fechar o dia, e duplas passagens por Lousã (14,30 km), Góis (14,30 km) e Arganil (18,72 km).

Para sábado estão reservadas duas passagens por Felgueiras (8,81 km), Montim (8,69 km), a mais longa do rali em Amarante (37,24 km) e Paredes (16,09 km). O dia encerra na superespecial de Lousada (3,36 km).

A etapa de domingo conta duplas passagens pelos 19,91 quilómetros de Cabeceiras de Basto, dos quais 12,6 são completamente novos, e pelos icónicos 11,18 quilómetros de Fafe, também palco habitual da ‘power stage’.

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE