Coimbra

Queijo Rabaçal é um negócio de milhões que deve valorizar a autenticidade

Notícias de Coimbra | 5 anos atrás em 28-04-2019

Como se sabe, a denominada fileira do Queijo possui uma expressão muito forte na região Centro, constituindo um dos principais produtos endógenos do território, onde se destacam os queijos do Rabaçal, Serra da Estrela e Beira Baixa.

PUBLICIDADE

A necessidade de construir uma estratégia concertada e integrada à escala regional com o objetivo de alavancar a tendência crescente no mercado pela procura de produtos agroalimentares de qualidade diferenciada, como o Queijo DOP, foi criado o Programa de Valorização da Fileira do Queijo da Região Centro, que integra o território abrangido pela Aprorabaçal.

PUBLICIDADE

publicidade

Neste sentido, a Aprorabaçal, enquanto entidade responsável pela valorização e promoção do Queijo DOP Rabaçal e na qualidade de parceiro do referido projeto levou a cabo hoje, 28 de abril, o I Seminário do Queijo DOP do Rabaçal, em colaboração com o Município de Penela e a União de Freguesias de São Miguel, Santa Eufémia e Rabaçal

PUBLICIDADE

No evento que decorreu no Museu da Villa Romana do Rabaçal foram abordados temas de elevada importância para a fileira da produção do leite e do queijo e o seu papel na estratégia de desenvolvimento rural.


A sessão de abertura contou com as presenças de  Luís Matias, Presidente da Câmara Municipal de Penela; Maria do Nascimento Marmé, Presidente da União das Freguesias de S. Miguel, Santa Eufémia e Rabaçal e Fernando Brás, Presidente da APRORABAÇAL, moderados por  David Leandro, Coordenador EDL/ETL Terras de Sicó. 

O autarca de Penela referiu que o principal problema na cadeia de valor passa pela escassez de pastagens e matéria-prima (leite) para a produção do queijo.

É um negócio de muitos milhões de euros, há necessidade de garantir a  autenticidade dos produtos e a sua qualidade, sublinhou o autarca de penelense.

Queremos olhar para a fileira do queijo e perceber que tem de existir uma colaboração entre todos, acrescentou Luís Matias.

De acordo com Luís Matias, o município procura estimular os produtores com escolas de pastores e projetos para auxiliar o desenvolvimento de modelos de negócio associados ao maneio do gado e produção de leite.

Entre o final do ano e o início do próximo, a Câmara de Penela prepara-se para iniciar a construção do Mercado do Gado, que vai apoiar os pequenos rebanhos dos produtores de Penela, Soure, Condeixa-a-Nova e Ansião.

Ouça a intervenção de Luís Antunes:


Carlos Dias Pereira, Professor Coordenador da Escola Superior Agrária de Coimbra, Nuno Nobre, Consultor de Gastronomia e Turismo, Professor na Universidade Lusófona também participaram no evento.

O I Seminário do Queijo DOP do Rabaçal integrou o programa do Mercado do Queijo e dos Romanos que decorreu neste domingo no Rabaçal.

 

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE