Conecte-se connosco

Mundo

Queda de neve perturba redes de transportes e de energia no Japão

Publicado

em

 A queda de neve atingiu hoje níveis recordes em várias regiões ocidentais do Japão, onde mais de mil casas ficaram sem eletricidade e as autoridades registaram perturbações no transporte aéreo, ferroviário e rodoviário.

A Agência Meteorológica Japonesa (JMA) anunciou que foram atingidos máximos de precipitação nas cidades de Amori, com 190 centímetros de neve acumulada, Asago, com 71 centímetros, e Hikone, com 68.

A JMA instou as pessoas a permanecerem dentro de casa nas áreas afetadas, devido ao risco de avalanches, segundo a agência de notícias espanhola EFE.

A precipitação, que começou durante o fim de semana, deixou até agora quatro pessoas feridas em acidentes durante a limpeza da neve, de acordo com a agência noticiosa japonesa Kyodo.

A tempestade levou ao cancelamento de pelo menos 40 voos, principalmente entre a região e a ilha norte de Hokkaido.

Também causou perturbações nas redes de comboio, incluindo a suspensão de mais de 50 comboios expresso e abrandamentos no tráfego de alta velocidade.

Os media japoneses mostraram imagens de engarrafamentos de trânsito e de vários acidentes rodoviários ao longo do dia.

A neve obrigou ao encerramento parcial de algumas estradas, incluindo uma autoestrada que liga Nagoya e Kobe, embora o tráfego estivesse a fluir normalmente ao final da tarde (hora local).

A agência meteorológica advertiu que a forte queda de neve, bem como o risco de placas de gelo nas estradas, poderá durar até terça-feira.

A JMA alertou ainda para a possibilidade de se registarem trovoadas e fortes rajadas de vento devido a condições meteorológicas instáveis em algumas áreas do arquipélago asiático.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link