Região

Quatro freguesias da serra da Estrela convidadas a debater o futuro da floresta

Notícias de Coimbra com Lusa | 12 meses atrás em 08-06-2023

 O projeto Casa Floresta apresenta, de sábado ao dia 25, em quatro freguesias de Seia e Gouveia, na encosta da serra da Estrela, um ciclo de eventos para pensar o futuro da floresta através da iniciativa artística “à escuta”.

PUBLICIDADE

O objetivo é o de, através do resultado dos momentos de partilha do trabalho artístico e interdisciplinar, feito ao longo de vários meses, desafiar o público para debater as novas formas de conviver com a floresta, numa área fustigada por um incêndio em agosto de 2022.

O ciclo de eventos Casa Aberta tem início no sábado na Casa do Guarda dos Covões, em Balocas, Seia, onde é realizada a assembleia que pretende refletir sobre como conviver com a floresta.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

No dia seguinte, domingo, é dinamizada, em Frádigas, também no concelho de Seia, uma caminhada e ação de controle de plantas invasoras.

PUBLICIDADE

No dia 17, na Casa da Cultura de Seia, é apresentado o espetáculo CasaFloresta e uma assembleia que “convida à partilha de ideias entre público, parceiros do projeto e comunidades das aldeias”, informou a organização, em comunicado enviado à agência Lusa.

“Num palco-floresta, entrelaçam-se os instrumentos de Joana Sá (piano e outros) e Luís J. Martins (guitarras variadas e outros) com recolhas áudio e gravações vídeo do realizador Lucas Tavares, realizadas no decorrer do projeto”, pormenorizaram os responsáveis.

Nos dias 24 e 25, o projeto volta a apresentar-se, com um conjunto de trabalhos, desta vez em Figueiró da Serra, no concelho de Gouveia.

“Um dos objetivos do nosso trabalho foi que CasaFloresta fosse um convite à escuta de diferentes territórios e que cruzasse vozes e perspetivas de dois lados da serra. Da mesma forma, vamos também adaptar as apresentações às realidades, questões e urgências específicas de cada lugar”, salientou, citada na mesma nota, Joana Sá.

Entre junho e setembro de 2022 o projeto à escuta: CasaFloresta, desenvolvido por Joana Sá, Luís J Martins, Corinna Lawrenz e Nik Völker, juntou comunidades de duas zonas da serra da Estrela e colaboradores de diversas áreas para pensar o futuro da floresta a partir de memórias das comunidades e dos seus desafios atuais, bem como a partir do confronto com trabalhos de pesquisa e práticas artísticas e ativistas de outros lugares.

“Destes encontros e das recolhas realizadas com o apoio do realizador Lucas Tavares, nasceram um espetáculo e uma instalação que estrearam, em dezembro de 2022, no Teatro do Bairro Alto, em Lisboa, levando as urgências do interior para os centros urbanos”, realçaram os promotores da iniciativa.

Related Images:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE