Crimes

Quatro dos sete detidos por tráfico de droga em Leiria ficam em prisão preventiva

Notícias de Coimbra com Lusa | 9 meses atrás em 27-09-2023

Quatro dos sete detidos por alegado tráfico de droga na região de Leiria vão aguardar o desenvolvimento do inquérito em prisão preventiva, determinou hoje o Tribunal de Leiria, disse à Lusa fonte policial.

PUBLICIDADE

Segundo fonte da GNR, o juiz de instrução criminal determinou a medida mais gravosa para quatro dos sete detidos, com idades entre os 23 e os 56 anos, por alegado tráfico de droga, na região de Leiria, no sábado e domingo.

Os suspeitos, a quem foram apreendidas cerca de 4.700 doses de estupefaciente, têm antecedentes criminais por tráfico de droga, refere uma nota daquela força policial divulgada na segunda-feira.

PUBLICIDADE

No decorrer de uma investigação por tráfico de estupefacientes que decorria há cerca de um ano nos concelhos da Batalha, Leiria, Marinha Grande e Porto de Mós, a GNR deu cumprimento a 19 mandados de busca, seis domiciliárias e 13 não domiciliárias em veículo, que culminaram na detenção de sete suspeitos, três homens e quatro mulheres.

No âmbito desta investigação, já tinham sido detidos, em junho, dois homens e uma mulher, com 36, 48 e 32 anos respetivamente, encontrando-se os primeiros em prisão preventiva.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

Nas duas operações, a GNR aprendeu 2.815 doses de cocaína, 1.750 doses de heroína, 182 doses de haxixe, uma arma de fogo, uma faca de abertura automática, 13 munições e três veículos.

Quinze telemóveis, um ‘tablet’, três televisões, quatro balanças de precisão, três consolas de videojogos e dois mil euros em dinheiro estão igualmente entre os bens confiscados pelo Destacamento Territorial de Leiria da GNR.

Fonte da GNR disse à agência Lusa que os detidos, alguns com relações familiares entre si, não têm profissão conhecida.

A mesma fonte esclareceu que o grupo era responsável por vendas diretas ao consumidor.

“Alguns dos detidos lideravam a rede e outros trabalhavam para eles”, declarou.

A GNR acredita “ter desmantelado uma das maiores redes de tráfico de droga na região”.

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE