Conecte-se connosco

Coimbra

Qual é o motivo por detrás das apostas?

Publicado

em

Segundo  dados da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML), os portugueses apostaram mais 85 milhões de euros em jogos sociais que em 2011. A SCML menciona que o jogo preferido é o euromilhões com 1047 milhões de euros em receitas.

Mas, o que é que realmente motiva os jogadores? A crise? O sonho de se tornarem milionários? Apesar das probabilidades serem ínfimas porque é que continuamos a apostar? Um artigo publicado pelos investigadores Stephen Goldbart e Joan DiFuria na revista Psychology Today explica que o desejo da libertação de preocupações que uma grande fortuna pode aliviar esconde o segredo do sucesso das lotarias. Outro, motivo, é o baixo custo das apostas, inofensivas já que não alteram o orçamento familiar imediato e que, pelo o contrário, podem, num golpe de sorte, catapultar uma família inteira para a riqueza.Contudo, George Loewenstein menciona o efeito psicológico, visto que o ser humano desfruta ao imaginar como poderia ser a sua vida. Sendo assim, o jogador aposta para ser milionário ao associar que a abundância material lhe ajudará a viver de forma mais livre, plena e portanto, feliz.Um estudo realizado em 1978 indicou que os vencedores de lotaria não eram mais felizes que os seus vizinhos.

Apesar disso, o Dr. Brickman, um dos autores do estudo informou que o estudo estava limitado a 22 participantes e que só analisava o sentimento de felicidade e optimismo num período concreto, geralmente no primeiro ano após receber o dinheiro.

Os resultados registados em estudos realizados décadas depois em França, são alentadores para os novos excêntricos como é o caso do jogador de Castelo Branco que ganhou 190 milhões  de euros  na passada sexta-­feira. Durante o primeiro ano, os vencedores têm de se adaptar a mudanças e decisões importantes que lhes provocam ansiedade, tais como decidir bem como investir e gastar o dinheiro e reagir ao impacto que o seu novo estatuto social provoca nas relações pessoais. Pode ser muito incómodo receber constantes pedidos de caridade por parte de familiares que nem se lembravam do seu aniversário! Um estudo realizado em Suécia com 400 jogadores que conseguiram prémio reforça a teoria que o bem ­estar psicológico aumenta, uma vez ultrapassada a “fase de ajuste”. Os sortudos declaram mesmo sentir-se muito contentes, como era de esperar. Esta sensação pode manter- ­se por mais tempo se optarem por se manterem no anonimato e utilizar o dinheiro com “pés e cabeça”.

Afinal não há nenhuma maldição relacionada com ganhar uma grande suma de dinheiro, só boas ou más decisões depois disso!

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com