Conecte-se connosco

Ensino

José Morgado Pereira recebe hoje prémio da Universidade de Coimbra

Publicado

em

“A Psiquiatria em Portugal nas primeiras décadas do século XX: Protagonistas”, um livro de José Morgado Pereira, venceu o Prémio Joaquim de Carvalho, instituído pela Imprensa da Universidade de Coimbra (IUC). O galardão vai ser entregue numa cerimónia hoje na Sala do Senado da Universidade de Coimbra, às 12h00.

A cerimónia de entrega do Prémio Joaquim de Carvalho vai ter intervenções do Diretor da Imprensa da UC, Alexandre Dias Pereira, do autor premiado, José Morgado Pereira, e do Reitor da UC, Amílcar Falcão. O evento tem acesso reservado (mas aberto aos órgãos de comunicação social), no cumprimento das orientações das autoridades de saúde, no contexto da pandemia de Covid-19, mas será transmitido em direto para toda a comunidade.

O autor estuda a psiquiatria portuguesa no período da sua institucionalização. Faz uma síntese do contexto científico-médico internacional, mostrando os progressos da medicina, onde além da biologia se inicia no fim do século XIX o estudo das formulações psicogenéticas. Depois analisa o contexto nacional, incluindo legislação, os estabelecimentos e sua história, os regulamentos, planos de reforma, publicações e divulgação científica, e o ensino, com destaque para a reforma de 1911.

Os protagonistas, as suas ideias e trabalhos publicados são analisados, procurando mostrar as suas diferenças de opinião em diversas matérias, em tempos históricos atravessados por conflitos sociais e políticos, mas de grande riqueza no plano das ideias. Se na primeira fase as principais figuras são arautos de correntes filosóficas e científicas oitocentistas, na segunda fase surgem novas ideias que permitem a renovação das relações entre a neurologia e a psiquiatria, divulgando-se uma atitude mais psicológica e psicoterapêutica. Em conclusão, a psiquiatria, de acordo com um alargamento pluridisciplinar, vai definindo formas mais diversificadas de tratamento institucional, com uma visão biológica mais integradora.

José Morgado Pereira é médico Psiquiatra, doutorado em História pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, ex-Diretor do Hospital Sobral Cid, investigador do Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX da Universidade de Coimbra, afeto ao Grupo de História e Sociologia da Ciência e da Tecnologia. Um dos seus interesses de investigação é a história e sociologia da medicina e em particular a história da psiquiatria e da saúde mental em Portugal.

É autor de livros, capítulos de livros, artigos científicos, entradas de dicionários e estudos de divulgação no domínio da história da psiquiatria e da saúde mental em Portugal publicados em Portugal e no estrangeiro. Tem participado em diversos congressos nacionais e internacionais sobre o tema e tem colaborado com diversas instituições portuguesas e estrangeiras lecionando matérias de âmbito histórico-médico. É Presidente da Assembleia Geral da Sociedade de História Interdisciplinar da Saúde – SHIS.

O Prémio Joaquim de Carvalho, no valor de 3.000 euros, distingue trabalhos de investigação ou divulgação científica que tenham sido publicados pela Imprensa da Universidade de Coimbra no ano imediatamente anterior. Este galardão – atribuído por um júri multidisciplinar – homenageia uma figura ímpar da história da IUC: Joaquim de Carvalho, ilustre académico humanista, republicano e demoliberal, foi o último administrador da Imprensa da UC antes da extinção decretada em 1934 pelo então primeiro-ministro António de Oliveira Salazar [a IUC só seria reativada em 1998].

 

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link