Conecte-se connosco

Política

PSD quer saber se aeroportos estão preparados para aumento de passageiros

Publicado

em

O PSD questionou hoje o Governo sobre a preparação dos aeroportos nacionais “para acolher um significativo aumento de passageiros” esperado com o levantamento de algumas restrições pandémicas, alertando para a necessidade de “meios humanos e um plano operacional”.

Numa pergunta dirigida ao ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira, e ao ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, os sociais-democratas apontam que “no âmbito do processo de desconfinamento, estão a ser adotadas medidas que eliminam as restrições de mobilidade entre Portugal e países terceiros à União Europeia, como é o caso do Reino Unido, nomeadamente no que respeito a viagens não essenciais, isto é, as que dizem respeito ao segmento de turismo e lazer”.

Alertando para a “progressiva normalização dos fluxos de passageiros intra-União Europeia”, o PSD aponta que “é esperado um paulatino aumento do número de passageiros a desembarcar em território nacional, pelo que importa que os aeroportos estejam devidamente preparados para acolher os visitantes, em estrito respeito pelas condições de saúde pública e de conforto adequadas”.

“Tal exige meios humanos e um plano operacional que atenda, entre outros, ao facto de ser necessário proceder à verificação dos comprovativos de testes covid-19 negativos apresentados pelos passageiros, articulado entre todas as entidades públicas e privadas envolvidas”, defendem.

Os sociais-democratas argumentam que, no verão de 2020, “no aeroporto de Faro, registaram-se episódios que violaram as regras de saúde pública” e “mancharam a imagem do país”, apontando ainda para notícias recentes que deram conta de “longas filas que causaram constrangimentos aos passageiros” no aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa.

“O GPPSD [Grupo Parlamentar do PSD] tem consistentemente alertado para a necessidade de munir o controlo dos passageiros nos aeroportos nacionais dos meios humanos e expeditos mecanismos de controlo, de modo a poupar os visitantes a episódios pouco condignos que se refletem negativamente na imagem do país, os quais, sem as regras atualmente vigentes e com um processo menos burocrático, já se verificavam antes do eclodir da pandemia”, advogam.

Para a bancada ‘laranja’, este aumento do tráfego aéreo “exige uma preparação atempada do dispositivo de controlo de modo a acompanhar o aumento de fluxo de passageiros, pelo que são preocupantes as informações de que há receios fundados que o dispositivo não esteja preparado”.

Neste contexto, o PSD quer saber se o Governo dispõe “de um plano para responder ao aumento do número de passageiros nos aeroportos nacionais, de modo a salvaguardar a saúde pública, o condigno tratamento dos visitantes e o regular funcionamento das infraestruturas aeroportuárias”, quais são “as principais providências adotadas” e se haverá, comparativamente ao ano passado, “maior alocação de meios humanos para esta tarefa”, e em que medida.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade [video width="1280" height="1280" mp4="https://www.noticiasdecoimbra.pt/wp-content/uploads/2020/11/banner-NDC-radioboanova.mp4" loop="true" autoplay="true" preload="auto"][/video]
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com