Política

PSD condena atos contra a democracia no Brasil e pede restabelecimento da ordem pública

Notícias de Coimbra com Lusa | 1 ano atrás em 09-01-2023

O PSD condenou hoje, de “forma veemente”, a invasão das sedes das instituições brasileiras, em Brasília, por apoiantes do ex-presidente Jair Bolsonaro, considerando inaceitáveis atos que coloquem em causa a ordem pública e as instituições democráticas.

PUBLICIDADE

Através de uma nota, o partido liderado por Luís Montenegro “condena de forma veemente os acontecimentos de hoje em Brasília”.

“Para o PSD, são inaceitáveis quaisquer atos que coloquem em causa a ordem pública e o regular funcionamento das instituições democráticas. A democracia deve sempre prevalecer. O PSD faz votos para que a ordem pública seja rapidamente restabelecida”, acrescenta-se nesta nota.

PUBLICIDADE

publicidade

O Presidente brasileiro, Lula da Silva, decretou intervenção federal em Brasília depois de centenas de apoiantes do ex-presidente Jair Bolsonaro terem invadido e vandalizado o Congresso Nacional, o Palácio do Planalto e o Supremo Tribunal Federal (STF), sedes dos poderes legislativo, executivo e judicial.

Os apoiantes de Bolsonaro, que furaram as barreiras de proteção da polícia, pedem uma intervenção militar para derrubar o Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, uma semana após a sua tomada de posse.

PUBLICIDADE

A Polícia Militar conseguiu, entretanto, recuperar o controlo da sede do STF e o chefe de Estado brasileiro prometeu que todos os responsáveis pelas invasões serão punidos.

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE