Coimbra

PSD acusa Câmara de Coimbra de abandonar Aeródromo Bissaya Barreto

Notícias de Coimbra | 5 anos atrás em 03-06-2019

O PSD acusou hoje o executivo camarário de Coimbra de “desinvestimento e desleixo” no aeródromo Municipal Bissaya Barreto, que terá sido encerrado na quinta-feira pela Autoridade Nacional de Navegação Aérea (ANA) por falta de certificação.

PUBLICIDADE

Paulo Leitão e Nuno Freitas

Para o presidente da Comissão Política Concelhia de Coimbra do PSD, Nuno Freitas, “há um problema de desleixo e incompetência, que é visível e demonstrado pela própria ANA e a Navegação Aérea de Portugal (NAV)”.

“Há algo mais premeditado que tem a ver com a promessa de um aeroporto internacional naquele aeródromo, a que demos o benefício da dúvida, mas o que se veio a demonstrar é que não houve nenhum trabalho sério sobre isso”, frisou o dirigente.

PUBLICIDADE

Segundo o social-democrata, tratou-se apenas de “uma promessa eleitoral e um plano sobre essa matéria, pois não há estudos, nem sequer os de localização adjudicados por mais de 40 mil euros a duas equipas da Universidade de Coimbra, que já deviam ter sido conhecidos e não foram”.

Para Nuno Freitas, “não há qualquer ideia sobre um aeroporto em Coimbra, o ministro Pedro Marques nunca abordou sobre o tema e o primeiro-ministro nunca se pronunciou sobre isso, além de que no Plano Nacional de Investimentos não consta nenhum aeroporto em Coimbra”.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

“Portanto, é uma falácia”, sublinhou o presidente do PSD de Coimbra, considerando que a “desvalorização do aeródromo é só o corolário dessa mentira”.

Nuno Freitas denunciou ainda o facto do Aeródromo Bissaya Barreto ter ficado de fora da linha aérea regional, “onde já esteve”, mas que não se candidatou para os próximos quatro anos, concluindo que “há um desinvestimento óbvio na estrutura aeroportuária de Coimbra”.

“O que nós temos não é só o desleixo completo, desde a componente operacional, turística, desportiva, em que vemos estruturas com amianto à mostra, quando existem ali funcionários municipais a trabalhar”, frisou.

Contactado pela agência Lusa, o município de Coimbra informou através do gabinete de comunicação que está a “apurar a situação”, podendo vir a pronunciar-se ainda hoje.

Veja o vídeo do Direto NDC:

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE