Autárquicas

PS: É fraco o rei e a sua corte quando quer decapitar pelo silêncio!

Notícias de Coimbra | 11 anos atrás em 03-07-2013

“É fraco o rei e a sua corte quando quer decapitar pelo silêncio!” é assim que começa o comunicado em que o PS acusa a Câmara de Coimbra de censura:

PUBLICIDADE

“Os Vereadores do Partido Socialista na Câmara Municipal de Coimbra, têm sido confrontados por responsáveis de entidades que amanhã serão homenageadas, na Sessão Solene do Dia da Cidade, pelo facto de não lhes ser permitido convidarem quem possa fazer o elogio da entidade homenageada.

Lamentável esta atitude do Senhor Presidente da Câmara, que assim pela primeira vez em democracia, impede que outras personalidades possam intervir na Sessão Solene, no elogio ao trabalho das entidades homenageadas.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

Os Vereadores do Partido Socialista na Câmara Municipal de Coimbra, constatam, assim, que as comemorações do Dia da Cidade este ano vão decorrer com novo formato.

PUBLICIDADE

Não se trata de uma ingénua mudança.

O presidente da Câmara Municipal de Coimbra,  arquitectou um formato para silenciar vozes.

Tudo está feito para ele ser o centro do mundo, o mundo inteiro no centro das suas expectativas.

Dito de outra maneira, afunilou as intervenções para que a sua moldura sonora fizesse eco da sua voz política.

É fraco o rei e a sua corte quando quer decapitar pelo silêncio!

A cidade merece mais.

Os Vereadores do Partido Socialista na Câmara Municipal de Coimbra

António Vilhena, Carlos Cidade, Rui Duarte e João Pedro Trovão”

Related Images:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE