Cidade

PS diz que “o município desistiu” dos sem-abrigo em Coimbra

Susana Brás | 4 meses atrás em 19-02-2024

Foram várias as questões relacionadas com a população em situação de sem abrigo na cidade de Coimbra, que a vereadora do Partido Socialista, Regina Bento, levantou no período antes da ordem do dia da reunião da Câmara Municipal, desta segunda-feira, 19 de fevereiro.

PUBLICIDADE

A autarca lembrou a morte de uma mulher com idade entre os 50 e os 60 anos, nas antigas instalações da Sociedade de Porcelanas, na semana passada, sublinhando  “o aumento do número de pessoas em situação de sem abrigo na cidade, sobretudo aqui na zona central, no eixo Portagem-Praça 8 de maio, na Avenida Fernão Magalhães, na Rua da Sofia e na Rua Figueira da Foz”.

Regina Bento perguntou “se estão ou não estão as pessoas sem abrigo sinalizadas e referenciadas pelos serviços municipais, quantas vezes reúne o NPISA Coimbra e o núcleo operativo, qual a entidade que acompanhava a senhora sem abrigo falecida, quantos giros fez a câmara municipal em 2023 para supervisão e acompanhamento a esta população.

PUBLICIDADE

Para a vereadora socialista “o município desistiu destas pessoas”.

O presidente da autarquia deixou um apelo: “Tragam os sem-abrigo que querem apoio para deixar a sua situação, sinalizem-nos ao serviço da ação social da câmara municipal e esses sem-abrigo serão retirados da rua.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

José Manuel Silva garante que “há recursos suficientes para retirar da rua os sem-abrigo, assim eles queiram”.

Para o autarca “há apoios sociais mais do que suficientes para resolver essas questões”, referindo que “os apoios que são dados aos sem-abrigo acaba por perpetuar a sua manutenção na rua”.

O edil sublinhou que “a problemática dos sem-abrigo é extremamente complexa e é extensível a todo o país”, reforçando que “há um acompanhamento diário e permanentemente por várias instituições”.

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE