Vamos

Provavelmente cozinha mal o arroz e não sabe. Aprenda a evitar os erros

NOTÍCIAS DE COIMBRA | 1 ano atrás em 10-06-2023

O arroz é um alimento muito versátil e utilizado por todo o mundo, sendo que em Portugal existem diversos pratos tradicionais que incluem o alimento. Por este motivo, importa conhecer os principais erros ao cozinhá-lo, de modo a garantir a melhor confeção e usufruir do seu sabor e valor nutricional.

PUBLICIDADE

Apesar de existirem mais de 2000 variedades, aquelas que são efetivamente cultivadas são bastante menos. A maior parte das variedades procede de duas espécies selvagens, uma asiática e outra africana. No caso dos tipos, pode dividir-se em grão longo, médio e curto ou redondo.

Quanto as variedades de arroz, destacam-se o arroz branco, agulha, carolino, integral, basmati, vaporizado, vermelho e preto.

PUBLICIDADE

Apesar de ser relativamente fácil cozinhar, importa referir que os diferentes tipos e variedades de arroz requerem tempo de confeção e quantidades de água diferente. Por exemplo, o arroz integral, que necessita de mais tempo de cozedura e água do que o branco ou o basmati, deve ser lavado antes de cozinhar para remover o excesso de amido, sob pena de prejudicar a textura do preparado final, explica a nutricionista Rita Lima, do VidaAtiva.

1. Temperaturas: O arroz é um alimento que coze relativamente rápido, mas deverá ser sempre com o lume bastante controlado e baixo, de modo a não queimar nem colar ao fundo do tacho.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

2.Destapar: Se estiver a cozinhar arroz, evite levantar a tampo. Não só porque prolonga o tempo de cozedura, mas também porque ao tirar a tampa irá libertar pressão e vapor, podendo prejudicar a confeção. Como resultado final, poderá obter um arroz seco e malcozido.

3. Agitar: Outro grande erro ao cozinhar arroz que muitas pessoas cometem é mexer o arroz durante a confeção. A não ser que esteja a preparar risotto, não deve mexer o arroz enquanto ele estiver a cozer. Se o fizer, fará com que o amido do arroz seja ativado, o que vai tornar o arroz mole.

4. Água: Muitas pessoas não usam água suficiente e o erro pode vir daí quando não corre bem. A quantidade necessária varia de acordo com quantidade de arroz, portanto deve informar-se sobre a quantidade de água a adicionar antes de começar. Se mesmo assim ficar com dúvidas, pode sempre seguir uma regra básica: a água deve cobrir o arroz na totalidade e ultrapassá-lo em cerca de um centímetro, aconselha.

5. Sal: O tempero com sal deve ser feito logo no início, antes de colocar o arroz, de modo a evitar mexer no arroz enquanto este coze ou depois de estar cozido, como consta no artigo do VidaAtiva.

6. Repouso: Por último, importa referir que é crucial que o arroz seja deixado fora do lume, a repousar, durante pelo menos cinco minutos, para que a humidade se distribua uniformemente por todo o arroz.

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE