Conecte-se connosco

Coimbra

Projeto pretende reunir e dar visibilidade à cena literária de Coimbra

Publicado

em

A primeira edição do projeto “Cena literária – Coimbra, os livros e seus autores” vai decorrer no domingo, no Grémio Operário de Coimbra, numa iniciativa que pretende juntar escritores da região e dar-lhes visibilidade, foi hoje anunciado.

A primeira edição da iniciativa decorre no âmbito do festival Ilha 12, no Grémio Operário de Coimbra, na Alta da cidade, e vai contar com uma sessão de histórias, uma feira do livro, um encontro de autores e uma performance de homenagem a Florbela Espanca, anunciou hoje a Aquarela Brasileira, que produz o projeto em conjunto com a Motivos Alternativos.

O projeto pretende realizar uma sessão por cada estação do ano, tendo como objetivo “reunir e dar visibilidade aos autores locais, promover os seus livros, gerar debate sobre a literatura produzida em Coimbra e as suas dificuldades”, afirmou à agência Lusa um dos responsáveis do evento, Wagner Merije, que é também doutorando na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.

Segundo Wagner Merije, houve vários “autores muito importantes na História de Portugal” que passaram por Coimbra, sendo importante resgatar essa ligação à cidade, mas também mostrar os novos escritores.

“A cidade continua a produzir, apesar de hoje parecer que em Coimbra não está a acontecer nada”, salientou.

Para o responsável, a perda de importância cultural e económica da cidade em relação ao país pode estar associada a isso, mas o projeto pretende “reverter esse quadro”.

“Há uma cena literária de Coimbra, mas também é prejudicada pela falta de um festival literário de expressão na cidade”, notou.

Com entrada gratuita, o encontro de autores do evento vai contar com a participação dos escritores Anthony Clown, Vera Pedroso de Lima, Paulo Branco Lima e João Rasteiro.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade