Escolas

Professor “agrediu de forma selvagem” aluno por este ter “posto em causa” o seu método letivo

Notícias de Coimbra com Lusa | 2 meses atrás em 27-09-2023

A direção da Escola Secundária de São Lourenço, em Portalegre, abriu um processo interno para averiguar uma alegada agressão de um professor a um aluno, disse hoje à agência Lusa a diretora daquele estabelecimento de ensino.

PUBLICIDADE

publicidade

De acordo com Graça Sousa, a alegada agressão terá ocorrido na segunda-feira, tendo já a escola “procedido de acordo com a lei”, estando a decorrer um processo interno.

PUBLICIDADE

A diretora da Escola Secundária de São Lourenço revelou ainda que a alegada agressão terá sido praticada no decorrer de uma aula de Educação Física.

PUBLICIDADE

A Rádio Portalegre noticia hoje que, segundo uma denúncia que recebeu, o professor terá “agredido de forma selvagem” um aluno por este ter “posto em causa” o seu método letivo.

A estação emissora acrescenta ainda que o denunciante, que assume ser professor, acrescenta que “este episódio foi seguido por uma política de ocultação do mesmo a todos os encarregados de educação”, criticando o estabelecimento de ensino por “impor aos alunos o esconder de informação ou até mesmo mentir aos pais”.

PUBLICIDADE

3

Confrontada com estas acusações, Graça Sousa diz que as mesmas “não correspondem aos factos”.

A diretora da escola explicou que, no dia da alegada agressão, o subdiretor da escola foi ao encontro da turma onde terão ocorrido os factos e “falou com os alunos, numa tentativa de os acalmar” e “não distorcerem factos”, porque o caso iria “seguir a sua tramitação”.

“Aliás, não é essa a nossa política, de ocultação, e isso mesmo foi transmitido ao encarregado de educação, que iria ser averiguada toda a situação. Nem eu nem a minha equipa, nesse dia, na escola, não nos revemos de todo nessa informação”, acrescentou.

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE