Justiça

Prisão preventiva para detido por tentativa de homicídio numa discoteca

Notícias de Coimbra com Lusa | 2 anos atrás em 28-12-2021

O Tribunal de Torres Vedras decretou prisão preventiva para o suspeito de tentativa de homicídio de um agente da PSP fora de serviço, em novembro, numa discoteca no Sobral de Monte Agraço, anunciou hoje a Polícia Judiciária (PJ).

PUBLICIDADE

O crime aconteceu em 20 de novembro, no interior do estabelecimento de diversão noturna de Sobral de Monte Agraço, no distrito de Lisboa, quando, por desentendimentos entre o suspeito e a vítima, o alegado agressor foi colocado no exterior da discoteca pelos respetivos seguranças, confirmou a PJ em comunicado.

O alegado agressor, de 30 anos e nacionalidade estrangeira, acabou por “forçar a entrada na discoteca e, munido de uma arma de fogo, executou dois disparos, um dos quais atingiu a vítima a muita curta distância, provocando-lhe ferimentos graves que careceram de intervenção cirúrgica urgente, em meio hospitalar”.

PUBLICIDADE

A vítima, de 35 anos, é agente da PSP, mas encontrava-se fora de serviço.

Após o crime, o suspeito fugiu às autoridades policiais, ao ausentar-se da sua residência e dos locais em que costumava estar.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

Em colaboração com a PSP de Vila Franca de Xira, a PJ acabou, na segunda-feira, por localizá-lo e detê-lo, fora de flagrante delito, por suspeitas dos crimes de homicídio qualificado na forma tentada e detenção e uso de arma proibida.

O suspeito foi presente a primeiro interrogatório judicial no Tribunal de Instrução Criminal de Torres Vedras, tribunal de que depende o concelho de Sobral de Monte Agraço, tendo ficado a aguardar julgamento em prisão preventiva, a medida de coação mais grave.

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE