Mundo

Primeiro-ministro de Israel diz que não foi informado de “pausa tática” militar

Notícias de Coimbra | 1 mês atrás em 16-06-2024

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, disse hoje que não foi informado da “pausa tática” declarada pelo Exército numa rota do sul de Gaza para incentivar a chegada de ajuda humanitária.

PUBLICIDADE

“Somos um Estado com um Exército, não um Exército com um Estado. Ouvi a notícia pela primeira vez na comunicação social esta manhã e contactei o Exército para lhe comunicar que era inaceitável”, afirmou Benjamin Netanyahu, em declarações a uma televisão israelita.

Antes, o gabinete do primeiro-ministro israelita já tinha esclarecido que os combates em Rafah, no sul de Gaza, continuariam conforme o planeado, após o anúncio militar de uma “pausa tática” que duraria 11 horas por dia.

PUBLICIDADE

Benjamin Netanyahu reconheceu que não existe sempre um consenso permanente com o Exército.

“Para acabar com o Hamas tive que tomar decisões que nem sempre foram aceites pelos militares”, referiu.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

Israel lançou uma ofensiva contra o enclave da Faixa de Gaza em resposta ao ataque de 07 de outubro do movimento islamita palestiniano Hamas sobre território israelita. O conflito já provocou milhares de mortos, a maioria civis, e mais de uma centena de reféns.

Pouco depois do anúncio da “pausa tática”, o porta-voz militar israelita, Daniel Hagari, afirmara nas redes sociais que a medida não iria ter impacto nas operações militares no resto do sul de Gaza.

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE