Cidade

Presidente da Câmara manda plantar árvores na Sé Velha!

Notícias de Coimbra | 8 anos atrás em 23-10-2016

Manuel Machado é um fã da Sé Velha. Só quem nunca o ouviu falar da velha fonte que deitava água para o  largo é que pode duvidar desta paixão (que não é religiosa) do Presidente da Câmara Municipal de Coimbra.

PUBLICIDADE

“Carros todos ao monte nesta zona é inaceitável” disse Manuel Machado quando passou pela Sé no dia em que comemorou 3 anos de mandato.

O Presidente da Câmara afirmou ainda que desejam que sejam “criadas condições de maior conforto para os peões”

PUBLICIDADE

Como este amor não é platónico, o edil vai passar da palavra ao acto de requalificar. Ainda não se sabe como vai terminar esta ligação, mas Notícias de Coimbra já descobriu que Manuel Machado quer plantar árvores, ordenar a circulação e colocar mais pedras nestes “caminhos da UNESCO”.

Apesar do líder da CMC continuar a esconder os “segredos” do que é falado publicamente nas reuniões do executivo municipal, NDC teve acesso a documentos que revelam o que está a ser feito para requalificar a zona da Sé Velha.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

A plantação de uma árvore junto à mítica fonte, bem como noutras áreas do Largo é preconizada pelos autores da proposta. Lajetas em mármore vão ocupar parte do espaço onde reina o seixo rolado. São passadeiras de conforto. A Pedra do Bordalo ajudará a modelar as laterais. Haverá grades e floreiras para evitar quedas.

Os serviços da autarquia colocam a hipótese do tráfego poder ser reduzido ou proibido de forma pontual ou permanente. Seja qual for a decisão do executivo municipal, está garantida uma paragem para o Pantufinhas e a circulação de viaturas de emergência. 

No fundo, é defendida uma área cada vez mais livre de viaturas. A proibição ou a redução drástica de estacionamento na Sé Velha são consideradas pertinentes. Deixará de ser permitido estacionar junto às paredes da Sé Velha, mas a proibição total só acontecerá se avançar o impedimento para a circulação de viaturas.

A intervenção municipal nesta área do centro histórico vai ter um custo superior a um milhão de euros. Será votada na reunião do executivo municipal de segunda-feira, 24 de outubro.

 

 

 

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE