Conecte-se connosco

Coimbra

Presidente da Câmara de Coimbra diz que “Ministra da Saúde não foi capaz”

Publicado

em

O presidente da Câmara de Coimbra disse hoje que a “Ministra da Saúde não foi capaz de organizar o processo da vacinação”, dando conta de uma “desorganização ministerial”. José Manuel Silva referia-se à cedência do Pavilhão Mário Mexia para voltar a funcionar como Centro de Vacinação e avisou que, no futuro, tem ser encontrada outra solução.

“Voltámos a socorrer o Ministério da Saúde cedendo novamente o Pavilhão Mário Mexia”, disse o autarca aludindo à “falta de preparação” do Ministério da Saúde que “não conseguiu avançar com a vacinação nos moldes em que estava a ser feita”.

Criticando aquilo a que chamou “desorganização ministerial”, José Manuel Silva disse: “se calhar temos de ter um militar como Ministro da Saúde, visto que a atual Ministra não foi capaz de organizar o processo”.

O Pavilhão Mário Mexia reabriu hoje como Centro de Vacinação de Coimbra, mas o presidente da câmara avisou desde já: “no futuro têm de ser encontradas outras soluções”. A cedência do espaço, sustentou, “está a prejudicar milhares de jovens para suprir as necessidades do Ministério da Saúde”.

“Os pavilhões têm de ser utilizados para a sua finalidade, que é a prática desportiva”, reafirmou José Manuel Silva, depois de já ter dito que “esta foi a última vez” que o município disponibilizou o pavilhão para este fim.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link