Conecte-se connosco

Política

Presidenciais: No único sábado de campanha oficial, só Tino estará em “teletrabalho”

Publicado

em

No único sábado de campanha oficial, Portugal cumpre o segundo dia de confinamento geral e os candidatos presidenciais continuam na estrada, à exceção de Vitorino Silva, que volta a estar em teletrabalho, fazendo campanha ‘online’.

Ana Gomes, que continua a percorrer o país, reservou a manhã para se reunir com a associação ambientalista SOS Cabedelo na Figueira da Foz e depois, em Coimbra, com a diretora regional do Centro do INEM.

Ao final da tarde, a candidata apoiada pelo PAN e pelo Livre tem mais uma sessão ‘online’ da sua campanha, desta vez sob o mote “Portugal, país inclusivo, de todas e de todos”.

Em Penafiel, Marisa Matias vai encontrar-se com pedreiros que lutaram pelo acesso à reforma antecipada e à tarde realiza um comício virtual em Viseu.

João Ferreira, apoiado pelo PCP, estará por Setúbal de manhã, para a iniciativa “Um horizonte de esperança – Emprego, direitos e produção” e regressa depois a Lisboa para receber na sede da candidatura apoios de advogados.

À tarde participa numa sessão ‘online’ sobre as pessoas com deficiência, em que vai conversar com representantes de três associações, uma mãe e uma professora.

Quem continua a fazer campanha à distância é Vitorino Silva, que tem apenas prevista uma conversa, por videoconferência, com a Associação Jornada Principal, sobre questões ambientais, designadamente o aterro de Sobrado.

André Ventura vai concentrar as suas ações de campanha no final do dia, com uma visita à Oficina da Castanha, em Bragança, às 19:00 e, depois disso, um comício e a inauguração da sede de campanha na mesma cidade.

Depois de um dia em teletrabalho, Tiago Mayan Gonçalves regressa à estrada e estará pelo Sul do país. De manhã, visita o aeroporto de Faro e os Bombeiros de Albufeira, e à tarde estará no aeroporto de Beja.

O atual Presidente da República e candidato a um segundo mandato em Belém, Marcelo Rebelo de Sousa, volta a não ter ações de campanha marcadas, como tem sido habitual, apesar de se ter estreado na sexta-feira com uma visita que não estava prevista a uma mercearia social em Lisboa.

As eleições presidenciais, que se realizam em plena pandemia de covid-19 em Portugal, estão marcadas para 24 de janeiro e esta é a 10.ª vez que os portugueses são chamados a escolher o Presidente da República em democracia, desde 1976. A campanha eleitoral decorre até 22 de janeiro.

Concorrem às eleições sete candidatos, Marisa Matias (apoiada pelo Bloco de Esquerda), Marcelo Rebelo de Sousa (PSD e CDS/PP) Tiago Mayan Gonçalves (Iniciativa Liberal), André Ventura (Chega), Vitorino Silva, mais conhecido por Tino de Rans, João Ferreira (PCP e PEV) e a militante do PS Ana Gomes (PAN e Livre).

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade [video width="1280" height="1280" mp4="https://www.noticiasdecoimbra.pt/wp-content/uploads/2020/11/banner-NDC-radioboanova.mp4" loop="true" autoplay="true" preload="auto"][/video]
Publicidade
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com