Conecte-se connosco

Exposições

Possível impressão digital de Miguel Ângelo encontrada em estatueta

Publicado

em

O escultor renascentista criou a peça há mais de 500 anos.

Segundo o Notícias ao Minuto, o que poderá ser uma impressão digital do pintor, escultor e arquiteto italiano Miguel Ângelo foi encontrada numa estatueta de cera que o próprio criou há mais de 500 anos.

Os especialistas em museus do Victoria & Albert Museum, em Londres, no Reino Unido, encontraram a marca da impressão pressionada na estatueta vermelha escura.

Intitulada ‘A Slave’, a estatueta representa a figura nua com um braço a tapar o rosto e fazia parte dos preparativos para as cerimónias fúnebres do Papa Júlio II, era um esboço inicial para uma escultura maior de mármore inacabada.

Aquele que é considerado um dos maiores representantes do Renascimento italiano destruiu várias das suas obras preparatórias e esta figura era apenas uma das 40 em tamanho real planeadas para o túmulo. Embora posteriormente os planos tenham reduzido o tamanho da peça.

“É uma perspetiva entusiasmante que uma das impressões de Miguel Ângelo pudesse ter sobrevivido em cera”, disse umã das curadoras sénior do V&A, Peta Motture, num comunicado citado pela BBC.

O modelo do esboço terá sido criado entre 1515 e 1519.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade [video width="1280" height="1280" mp4="https://www.noticiasdecoimbra.pt/wp-content/uploads/2020/11/banner-NDC-radioboanova.mp4" loop="true" autoplay="true" preload="auto"][/video]
Publicidade
Publicidade
close-link
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com