Conecte-se connosco

Desporto

Portugal vence Japão no primeiro teste para o Mundial de futsal

Publicado

em

A seleção portuguesa de futsal venceu hoje, após reviravolta, a congénere do Japão (3-2), no primeiro jogo de preparação para o Campeonato do Mundo da Lituânia, disputado em Rio Maior.

A equipa portuguesa esteve por duas vezes em desvantagem, mas respondeu com golos de Fábio Cecílio e Zicky, tendo Bruno Coelho anotado o golo da vitória, depois de Shimizu e Henmi terem marcado para os japoneses.

As duas seleções apostaram numa pressão alta no arranque d jogo, mas sem criarem ocasiões de perigo. O primeiro grande momento da partida surgiu aos oito minutos, com Bruno Coelho a testar os reflexos de Yushi Sekiguchi. No minuto seguinte, foi a vez de Gensuke Mori colocar Bebé à prova, após ultrapassar Bruno Coelho num lance individual.

O encontro ganhou novo ânimo com a entrada de Zicky, que, num primeiro momento assustou com um toque de calcanhar a passar a escassos centímetros do poste direito da baliza nipónica, e de seguida serviu Pany Varela, que não conseguiu inaugurar o marcador apenas com o guarda-redes da seleção japonesa pela frente.

No segundo tempo, os nipónicos entraram melhor e precisaram de apenas 25 segundos para abrir o ativo. Kazuya Shimizu aproveitou um passe longo de Minami Kato, que colocou a bola por baixo do corpo do guarda-redes português.

A reação da equipa de Jorge Braz fez-se sentir cinco minutos depois, com Fábio Cecílio a empatar o marcador, após uma boa combinação ofensiva com Afonso Jesus.

Volvidos dois minutos, o Japão colocou-se de novo na frente do marcador, através de um remate do jogador do Benfica Rafael Henmi, na zona dos 10 metros, mas, apesar da desvantagem, a equipa das ‘quinas’ arrancou para uma boa reta final.

O jovem Zicky estreou-se a marcar pela seleção nacional, encostando um remate lateral de Miguel Ângelo e, depois das sucessivas tentativas de Pany Varela e de Pauleta, foi Bruno Coelho que, sem oposição, finalizou com sucesso uma boa recuperação portuguesa em zona avançada da quadra, completando a reviravolta que a equipa lusa já merecia.

A seleção orientada pelo espanhol Bruno Garcia ainda tentou responder com Arthur de Oliveira a assumir a posição de guarda-redes avançado, mas sem conseguir alterar o marcador, num encontro que fica também marcado pela homenagem a Pany Varela.

Antes da partida, o ala do Sporting recebeu o troféu alusivo à 50.ª internacionalização, alcançada em 06 de março deste ano, diante da República Checa, em Lodz, na Polónia.

A equipa das ‘quinas’ volta a jogar em Rio Maior, na sexta-feira, diante da Venezuela, naquele que é o segundo jogo de preparação para o Campeonato do Mundo, que se disputa entre os próximos dias 12 de setembro e 03 de outubro, na Lituânia.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade