Conecte-se connosco

Empresas

Portugal vai exportar canábis medicinal para Israel

Publicado

em

A Flowr Corporation anunciou hoje um contrato com a Focus Medical Herbs para exportação de canábis medicinal para Israel, apresentado como “o primeiro acordo de distribuição internacional significativo” da empresa canadiana, que tem uma plantação em Portugal.

O acordo comercial exclusivo com Israel, através da marca IM Cannabis Corp (IMC), prevê que a Flowr exporte até 500 quilos de flores secas ‘premium’ de canábis a granel para aquele país, representando “o primeiro acordo de distribuição internacional significativo da empresa e a entrada em Israel”, salienta em comunicado.

A sociedade canadiana Flowr é proprietária da Holigen, cuja subsidiária portuguesa RPK Biopharma tem uma licença de produção, importação e exportação de canábis medicinal no concelho alentejano de Aljustrel, concedida pelo Infarmed.

“Esperamos que o mercado israelita seja um destino importante para o crescimento internacional e alcance da nossa marca. Juntamente com a nossa capacidade de cultivar flores secas ‘premium’ com alto teor de THC [tetra-hidrocanabinol, a principal substância psicoativa das plantas de canábis] nas nossas instalações da Holigen em Portugal, com certificação GMP, vemos esta parceria como um próximo passo importante para nos tornarmos um importante produtor internacional de canábis e com uma marca reconhecida globalmente”, afirma o presidente executivo (CEO) da Flowr, Darryl Brooker, citado no comunicado.

De acordo com dados da Prohibition Partners, o mercado israelita de canábis medicinal registou um crescimento em 2020, tendo o número de pacientes ativos subido cerca de 17% entre 2019 e 2020, para mais de 70.000, e levando, em julho de 2020, a um volume de mais de sete toneladas de importação para Israel.

Adicionalmente, “Israel também anunciou planos para legalizar a canábis recreativa no final de 2020, o que aumentará ainda mais a procura por produtos de canábis de alta qualidade”.

Estimativas do Brightfield Group apontam, por sua vez, que este mercado irá gerar mais de 130 milhões de dólares (cerca de 107 milhões de euros) em 2021 e alcançar mais de 230 milhões de dólares (perto de 190 milhões de euros) em 2025.

Também citado no comunicado, o CEO da IMC – que tem um acordo comercial exclusivo com a Focus Medical Herbs em Israel – justifica a parceria com a Flowr “devido à sua reputação como produtor ‘premium’ de canábis no Canadá e no exterior”.

“Acreditamos que o mercado israelita receberá de braços abertos as reconhecidas gamas BC Pink Kush e BC Black Cherry da Flowr. Estamos ansiosos para trabalhar com a equipa Flowr para comercializar e vender estas ofertas premium e ultra-premium”, afirma Oren Shuster.

A Flowr espera que a sua primeira remessa da estirpe BC Pink Kush esteja disponível no mercado israelita durante a segunda metade de 2021.

A parceria com a Focus Medical tem a duração de três anos, estando sujeita a certas disposições de rescisão antecipada e requisitos regulamentares aplicáveis, incluindo a receção de importação e licenças de exportação.

A Flowr Corporation é uma empresa de canábis com sede em Toronto e operações no Canadá e na Europa, enquanto a Focus Medical é um dos oito produtores originais licenciados de canábis medicinal em Israel e a IMC opera no setor da canábis recreativa para uso médico e adulto, com sede em Israel e com operações em Israel, Alemanha e Canadá.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade [video width="1280" height="1280" mp4="https://www.noticiasdecoimbra.pt/wp-content/uploads/2020/11/banner-NDC-radioboanova.mp4" loop="true" autoplay="true" preload="auto"][/video]
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com