Conecte-se connosco

Portugal

Portugal regista quatro fogos ativos às 05:30

Publicado

em

 Portugal continental registava hoje, às 05:30, quatro fogos ativos, sendo o do Sabugal, no distrito da Guarda, o que concentrava mais operacionais e meios, de acordo com o site da Proteção Civil.

Os quatro fogos em curso estavam a ser combatidos por 194 operacionais e 53 meios terrestres.

Àquela hora, no Sabugal, estavam 138 bombeiros, apoiados por 39 viaturas, a combater o fogo que deflagrou às 17:11 de sexta-feira, refere o site da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC).

O incêndio foi considerado “ocorrência importante” pela ANEPC, uma vez que já tem uma “duração superior a três horas” e “mais de 15 meios de proteção e socorro envolvidos”.

Em fase resolução, o site da ANEPC indicava, à mesma hora, dois fogos, com 22 operacionais e sete veículos, enquanto em conclusão 17 incêndios, que envolviam 465 operacionais e 138 meios terrestres.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou na sexta-feira mais de 50 concelhos dos distritos de Braga, Vila Real, Bragança, Guarda, Viseu, Coimbra e Castelo Branco em perigo máximo de incêndio rural.

O IPMA colocou também vários concelhos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Vila Real, Bragança, Viseu, Coimbra, Leiria, Castelo Branco, Guarda, Santarém, Portalegre, Lisboa, Beja e Faro em perigo muito elevado e elevado de incêndio rural.

O perigo de incêndio rural vai manter-se elevado em algumas regiões do continente pelo menos até terça-feira, indicou o Instituto.

O perigo de incêndio, determinado pelo IPMA, tem cinco níveis, que vão de reduzido a máximo, e os cálculos são obtidos a partir da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com