Desporto

Portugal na segunda fase do Mundial de equipas de ténis de mesa em masculinos

Notícias de Coimbra com Lusa | 3 meses atrás em 18-02-2024

A seleção portuguesa masculina de ténis de mesa apurou-se hoje para a segunda fase do campeonato do Mundo por equipas, em Busan, na Coreia do Sul, ao vencer o Egito por 3-1, na terceira jornada do Grupo 8.

PUBLICIDADE

Contas feitas, a terceira vitória em outras tantas partidas faz com que Portugal some seis pontos, no primeiro lugar da ‘poule’, contra cinco da Roménia e quatro dos egípcios, defrontando segunda-feira a Tailândia, que conta por derrotas as duas partidas já disputadas.

Se Portugal avançar em primeiro, seguirá para os oitavos de final, ficando a uma vitória dos Jogos Olímpicos Paris2024, com o segundo e terceiro lugares a apurarem para a ronda de 32.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

A equipa lusa, sétima no ranking mundial, bateu o 10.º posicionado com mais três jogos a irem à ‘negra’, como na véspera com o Irão (3-1), começando com um 3-0 de Marcos Freitas, 19.º do ranking mundial e segundo melhor jogador do Mundial, a bater Youssef Abdel-Aziz, 132.º, por claros 11-8, 11-5 e 11-5.

PUBLICIDADE

De seguida, João Geraldo, 41.º jogador mundial, perdeu ante Omar Assar, 22.º, na ‘negra’, por 8-11, 11-13, 11-6, 11-9 e 11-3, com Tiago Apolónia, 49.º, a bater, depois, Mohamed El-Beiali (4-11, 11-8, 13-15, 11-5 e 11-3).

No jogo decisivo, Marcos Freitas impôs-se em cinco parciais a Omar Assar, por 11-4, 14-12, 7-11, 5-11 e 11-7, colocando Portugal com ‘pé e meio’ nos oitavos de final.

“Sabíamos que ia ser muito complicado, tal como com o Irão e a Roménia, três equipas muito homogéneas. (…) A equipa esteve muito bem e temos mais um jogo para fechar a fase de grupos e pensar na próxima fase”, declarou João Geraldo, citado pela Federação Portuguesa de Ténis de Mesa.

Antes, em femininos, a equipa portuguesa, 11.ª do ranking, não conseguiu voltar a vencer em Busan, perdendo com a cabeça de série do grupo, Hong Kong, sexta posicionada na hierarquia, por 3-0.

Jieni Shao, 63.ª do ranking, cedeu ante Zhu Chengzhu, 51.ª, na ‘negra’, por 11-5, 11-13, 11-5, 11-13 e 11-6, com Fu Yu, 55.ª, a perder ante Doo Hoi Kem, 66.ª, por 9-11, 11-6, 11-3 e 14-12.

No último jogo, a jovem de 17 anos Matilde Pinto, 254.ª da hierarquia, não conseguiu bater Lee Ho Ching, 143.ª, que lhe aplicou um triplo 11-8.

Na segunda-feira, Portugal bate-se com a Austrália, 25.ª posicionada e treinada pelo português Ricardo Oliveira, antigo responsável das seleções lusas.

Nas contas do grupo, após uma vitória e uma derrota, as portuguesas estão em terceiro, e para já em posição de apuramento, atrás da Áustria, que soma mais um ponto e já três partidas disputadas, e de Hong Kong, com o pleno após três rondas.

Os primeiros classificados de cada grupo apuram-se para os oitavos de final, com os segundo e terceiro posicionados a terem de disputar uma eliminatória preliminar.

Os Mundiais de Busan apuram as oito equipas presentes nos quartos de final para os Jogos Olímpicos Paris2024.

Related Images:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE