Desporto

Porto aplaude Villas-Boas e Pinto da Costa em lados opostos do Dragão

Notícias de Coimbra | 2 meses atrás em 28-04-2024

André Villas-Boas assiste hoje nas bancadas do Dragão ao clássico perante o líder Sporting, da I Liga de futebol, horas depois de ter destronado da presidência do FC Porto Pinto da Costa, que ficou pela tribuna presidencial.

PUBLICIDADE

Recém-eleito como 34.º líder da história ‘azul e branca’, o antigo treinador da equipa de futebol do clube foi aplaudido e abraçado por milhares de adeptos à chegada ao recinto, rumando ao seu habitual lugar na bancada nascente às 20:00, acompanhado pelo filho.

“Foi uma vitória muito importante para os sócios e uma votação massiva. É o começo de uma nova página no FC Porto, que vai ter de ser vencedor da mesma forma. É a minha responsabilidade. É sempre bom ser recebido assim. Um agradecimento aos sócios pelo movimento que houve nas eleições de ontem [sábado]. Espero estar à altura de retribuir isso”, disse, em declarações prestadas aos jornalistas à entrada do Estádio do Dragão.

PUBLICIDADE

Villas-Boas desdobrou-se em autógrafos e fotografias com adeptos antes da receção do FC Porto, terceiro classificado, com 62 pontos, ao líder isolado Sporting, com 80, da 31.ª jornada do campeonato, que arrancou às 20:30, desejando “um bom jogo” aos anfitriões.

O encontro vai ser visto desde a tribuna presidencial por Pinto da Costa, que, conforme é habitual, cumprimentou todos os jogadores do FC Porto aquando da chegada do plantel comandado por Sérgio Conceição ao recinto, antes de subir à tribuna presidencial, recebendo uma sentida ovação das bancadas antes da entrada das equipas no relvado.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

Instantes depois de o árbitro Nuno Almeida, da associação do Algarve, ter dado o apito inicial, foi descerrado um pano em homenagem ao presidente cessante na bancada sul, onde se concentram tradicionalmente os Super Dragões, a principal claque do FC Porto.

Pinto da Costa tinha convidado Villas-Boas para ver a partida com o Sporting na tribuna presidencial, mas o seu sucessor manteve a decisão inicial de ficar na bancada, em jeito de agradecimento aos sócios pelo novo recorde de afluência em eleições dos ‘dragões’.

André Villas-Boas tornou-se hoje o 34.º presidente da história do FC Porto, ao vencer as eleições de sábado dos órgãos sociais, com 21.489 votos (80,28%), quebrando um ciclo de 15 mandatos e 42 anos de Pinto da Costa, que juntou 5.224 votos (19,52%), enquanto Nuno Lobo teve apenas 53 (0,2%), no ato eleitoral mais concorrido de sempre do clube.

De acordo com o presidente da Mesa da Assembleia Geral, José Lourenço Pinto, houve ainda 73 votos em branco e 37 nulos, num dia em que um recorde de 26.876 associados elegeu os órgãos sociais rumo ao quadriénio 2024-2028 no Estádio do Dragão, no Porto.

A inédita eleição de André Villas-Boas, de 46 anos, implica o fim do ‘reinado’ presidencial de Pinto da Costa, de 86 anos, que já comandava o FC Porto desde 17 de abril de 1982, tornando-se, desde então, o dirigente com mais títulos e longevidade do futebol mundial.

Cabeças de lista propostos pela lista do ex-treinador, António Tavares e Angelino Ferreira triunfaram na corrida para a chefia da Mesa da Assembleia Geral e do Conselho Fiscal e Disciplinar, respetivamente, órgãos que deixarão de ser comandados por José Lourenço Pinto, número um lançado pela recandidatura de Pinto da Costa, e por Jorge Guimarães.

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE