Coimbra

PJ encontra peças do BMW de Pedro Coimbra

Notícias de Coimbra | 11 anos atrás em 17-10-2013

A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Centro,  dá pormenores sobre as diligências de investigação realizadas  que permitiram  encontrar e apreender alguns objetos e documentos que haviam sido subtraídos, bem como algumas peças do veículo roubado, da marca BMW, que entretanto foi desmantelado, tendo sido recolhido indícios que alguns elementos deste grupo se dedicam reiteradamente a esta atividade.

PUBLICIDADE

A PJ revela que os detidos, com idades compreendidas entre os 20 e os 31 anos, vão ser presentes às autoridades judiciárias para primeiro interrogatório e aplicação das medidas de coação tidas  por adequadas.

A Polícia Judiciária capturou “o assaltante e cúmplices” que  em 22 de Abril roubaram o carro do líder da Federação Distrital de Coimbra do Partido Socialista, quando este se encontrava na zona da Solum a conversar com o seu camarada Manuel Claro.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

 Recordamos que  ontem Pedro Coimbra transmitiu esta novidade a amigos e camaradas,  adiantando que os criminosos confessaram a autoria deste e de outros crimes. De acordo com o socialista, os ladrões pertenciam a um grupo organizado, que roubava as viaturas para vender as respectivas peças.

PUBLICIDADE

O também presidente da Assembleia Municipal de Penacova já soube que os bandidos procuravam carros daquela marca, tendo acrescentando  que os ladrões ficaram nervosos quando viram que o BMW era seu, o que os terá levado a cometer vários erros, factos que  terão levado à respectiva identificação e detenção.

Pedro Coimbra fez questão de elogiar o trabalho da PJ, terminando a  sua comunicação com um enigmático “no que são os meus direitos levarei até às última consequências, quer no que diz respeito aos praticantes quer em relação a terceiros que entendo merecerem tratamento idêntico, como é óbvio”.

Ontem, PC,  que deverá ser o próximo presidente da Águas de Coimbra, não informa os seus camaradas sobre o paradeiro do BMW, nem se a PJ conseguiu recuperar os 6000 Euros que tinha na viatura, valor referente à receita de um jantar socialista que tinha decorrido uns dias antes no Pavilhão dos Olivais. Sabe-se agora que a PJ descobriu algumas peças, mas o dinheiro continua desaparecido.

A PJ confirma assim  que os quatros homens pertencem a um grupo organizado que rouba viaturas, nomeadamente de alta cilindrada, para depois as desmantelar e conseguir lucro na venda das peças.

 

Related Images:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE