Coimbra

PJ detém homem por alegada prática de crimes de violação em Coimbra

Notícias de Coimbra com Lusa | 3 meses atrás em 25-01-2024

Um homem foi detido, esta semana, em Coimbra, por ter alegadamente violado duas mulheres que conheceu nas redes sociais, onde se fazia passar por professor universitário e fotógrafo profissional, anunciou hoje a Polícia Judiciária (PJ).

PUBLICIDADE

De acordo com a PJ, a detenção do homem de 31 anos ocorreu na segunda-feira, tendo sido levada a cabo pela Diretoria do Centro da Polícia Judiciária.

As mulheres, com 24 e 31 anos, residentes na cidade de Coimbra, “terão sido violadas em novembro e em dezembro do ano passado”.

PUBLICIDADE

publicidade

Em declarações à agência Lusa, fonte da PJ explicou que o detido utilizava as redes sociais Facebook e Instagram para conhecer as vítimas, fazendo-se passar por professor universitário e fotógrafo profissional para as seduzir.

“O ‘modus operandi’ era o mesmo: marcava encontro físico e tentava, primeiramente, obter a concordância das vítimas para contactos de natureza sexual, através da sedução. Perante a recusa delas, constrangia-as e, à força, concretizou a violação em ambos os casos”, descreveu.

PUBLICIDADE

Segundo a mesma fonte, num dos casos, o homem de 31 anos – um empregado fabril que vive na zona da Mealhada, em união de facto – terá filmado o crime que cometeu.

“Atendendo ao ‘modus operandi’ e ao perfil do indivíduo, não é de excluir a existência de outras vítimas. É isso que agora vamos procurar perceber”, acrescentou a PJ.

O detido foi presente a primeiro interrogatório judicial na quarta-feira, tendo ficado sujeito a apresentações diárias e à proibição de contacto com as vítimas.

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE