Conecte-se connosco

Coimbra

Pintora Isabel Pavão doou quadro à Câmara de Coimbra

Publicado

em

A pintora Isabel Pavão, radicada em Nova Iorque desde 1990, doou um quadro à Câmara Municipal de Coimbra (CMC) que ficará exposto no Convento de S. Francisco.

pintora

A obra, concluída em 2014 após cerca de quatro meses de trabalho, faz parte da sua Impression Series. Inspirado na natureza, trata-se de um acrílico/pastel/colagem sobre tela com 170 x 296cm. “Este, para mim, é um quadro especial e, portanto, também vai para um sítio especial”, comentou Isabel Pavão.

“Vou ficar muito orgulhosa de ter a minha obra entregue à cidade de Coimbra e ao Convento de S. Francisco, que acho um sítio extraordinário. Os artistas e quem está ligado à cultura, à política, etc., nós temos que poder ajudar o mundo a crescer e a pensar de uma maneira diferente e, por vezes, quando se dá uma coisa também se recebe de outra maneira”, acrescentou a pintora, que viveu seis anos em Coimbra, coloca a cidade no seu “caminho dos afetos” e onde expôs em 1999, então na Sala da Cidade.

A artista confessa que a ideia de doar o quadro à CMC não tinha sido previamente pensada.

“Foi muito intuitivo, não estava nada à espera, foi uma ocasião especial, para mim é uma honra.” Ocorreu-lhe durante a inauguração, este fim-de-semana, de uma exposição de quadros seus, precisamente denominada de Impression Series, que estará patente no Museu Municipal Edifício Chiado, até ao próximo dia 3 de abril.

Na inauguração participaram o presidente da CMC, Manuel Machado, e a vereadora da Cultura, Carina Gomes, e foi nessa altura que a artista decidiu oferecer a sua obra a Coimbra. Manuel Machado, que agradeceu à pintora a dádiva deste quadro “valiosíssimo”, propôs-lhe que o mesmo fique exposto no Convento de S. Francisco, cuja reabertura como espaço cultural e centro de convenções está prevista para a próxima primavera. Isabel Pavão teve a oportunidade de visitar o novo complexo e de sugerir a zona onde a obra deverá ficar exposta – ao cimo da escadaria que dá acesso ao balção do grande auditório.

Doutorada em Arte, Isabel Pavão vive e trabalha em Nova Iorque. Expôs o seu trabalho em museus e galerias por todo o mundo. A seguir a Coimbra, irá expor em Paris, já no próximo mês de maio. Tem participação ativa e frequente como artista e como professora convidada em Universidades, Escolas de Arte e Museus. É também crítica de Arte e docente na City University de Nova Iorque.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade