Conecte-se connosco

Portugal

Piloto de ralis Pedro Paixão morreu na sequência de despiste de moto

Publicado

em

O piloto de ralis madeirense Pedro Paixão, com 28 anos, faleceu hoje na sequência de um acidente com uma moto no Porto Santo, disse fonte dos bombeiros daquela ilha.

O acidente aconteceu na zona do porto de abrigo, tendo o piloto sido transportado para o centro de saúde, mas não resistiu aos ferimentos, acrescentou a mesma fonte.

Pedro Paixão estava a disputar o campeonato regional de ralis e subiu ao pódio na prova da Ribeira Brava, que se disputou nos passados dias 03 e 04 de junho, ocupando o terceiro lugar.

Pedro Paixão tripulava um Citroen C3 Rally e teve como copiloto Paulo João.

A Câmara Municipal do Funchal e o seu presidente, Pedro Calado, também copiloto de rali, já “manifestam o seu profundo pesar pelo falecimento do jovem piloto de ralis Pedro Paixão”.

“A sua dedicação, paixão, irreverência e entusiasmo pelo desporto automóvel, que tanta admiração e simpatia granjeava, entre os madeirenses amantes da modalidade, assim como as suas qualidades enquanto piloto e amigo, jamais serão esquecidas”, lê-se na nota distribuída pela autarquia do Funchal.

Também a equipa a direção do Clube Sports Madeira e a comissão organizadora do Rali Vinho Madeira emitiu uma nota, afirmando estar “ainda em choque, com a triste notícia”.

No documento, “manifestam o seu mais profundo pesar e colocam-se ao lado dos familiares, amigos e todos os adeptos dos ralis, neste momento de dor e profunda tristeza ao ver partir, de forma inesperada, um dos mais talentosos pilotos de ralis da atualidade, e a quem todos vaticinavam um futuro promissor e uma brilhante carreira”.

FOTO: Reprodução Redes sociais

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade