Conecte-se connosco

Região

Personalidades nacionais “seduzem” portugueses para viverem experiências na Região Centro (com videos)

Publicado

em

Seis personalidades nacionais vão “seduzir” os portugueses para a vivência de experiências de cultura, gastronomia e vinhos, natureza, desporto, espiritualidade e ‘lifestyle’ na Região Centro, no âmbito de um projeto hoje apresentado.

Promovido pela Turismo Centro de Portugal, o projeto “Experiências by…” integra roteiros sugeridos por seis curadores, todos com origens ou ligações à região: a cantautora Rita Redshoes, a bodyboarder e campeã mundial Teresa Almeida, o ‘chef’ estrela Michelin Diogo Rocha, o escritor Afonso Cruz, a apresentadora de televisão Iva Lamarão e o empresário Pedro Pedrosa.

O presidente da Turismo Centro de Portugal, Pedro Machado, explicou que se trata de “um projeto essencialmente de posicionamento e diferenciação” da oferta de uma região que permite “múltiplas experiências”.

“Foi sempre um pressuposto nosso lançarmos este projeto de visitação e fruição turística na perspetiva de uma tríade: corpo, mente e espírito são”, referiu Pedro Machado.

As sugestões de cada um dos curadores vão ser divulgadas a cada semana. Hoje foi desvendada a proposta de Iva Lamarão, que inclui a passagem por Ovar (de onde é natural), Furadouro, Aveiro, Ílhavo e Coimbra (onde estudou).

Sílvia Ribau, do núcleo de Promoção da Turismo Centro de Portugal, disse que cada roteiro não tem uma duração definida, apesar de o objetivo ser que os visitantes fiquem na região, no mínimo, três noites.

“O que temos são sugestões da parte dos nossos curadores em que eles realçam determinados produtos que possam ser comprados, restaurantes, oferta hoteleira, percursos, atributos em termos de natureza, espirituais, culturais e de gastronomia. Depois, cada pessoa que consultar estes itinerários poderá ir fazendo ao seu critério”, explicou.

Pedro Machado realçou que o “Experiências by…” não é um projeto “que vai somar o número de experiências”, mas sim “que vai inspirar e seduzir os portugueses para todas as experiências que já conhecem e, sobretudo, para aquelas que estão no olhar individual dos curadores”.

“Esta ideia da descoberta, da inspiração, não tem limites. Provavelmente, cada um dos nossos curadores terá uma panóplia de sugestões que escapam àquilo que é uma base sistematizada”, considerou.

O responsável lembrou que vários atores da região, nomeadamente as comunidades intermunicipais, já fazem um trabalho de divulgação dos seus principais atrativos turísticos.

“O que a Turismo Centro de Portugal está a querer fazer é ampliar este sinal mas, sobretudo, poder inspirar para experiências a partir dos cinco sentidos de cada um dos nossos curadores, experiências que até hoje não foram ainda descobertas”, realçou.

Segundo Pedro Machado, tem vindo a ser desenvolvido um trabalho “no sentido de, cada vez mais, o Centro de Portugal ser o primeiro destino de preferência para os portugueses e um destino de referência para os turistas internacionais”.

Este projeto aposta sobretudo “no reforço do mercado nacional, até por força das circunstâncias e das limitações” devido à covid-19 e porque “os curadores são personalidades nacionais e têm influência nacional”.

No entanto, há a expectativa de que o projeto possa “vir a atingir outros mercados”, como o espanhol, acrescentou.

 

 

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com