Conecte-se connosco

Política

Peritos e políticos reúnem-se hoje no início da segunda semana de desconfinamento

Publicado

em

O Presidente da República, o primeiro-ministro e representantes dos partidos reúnem-se hoje com peritos de saúde pública de várias instituições, no início da segunda semana do processo de desconfinamento do país.

Como tem sido habitual nas últimas semanas, a reunião sobre a evolução da pandemia de covid-19 em Portugal, na qual também participa o presidente da Assembleia da República, vai decorrer por videoconferência a partir das 10:00, estando presentes nas instalações da Autoridade Nacional do Medicamento (Infarmed) a ministra da Saúde, Marta Temido, e a maioria dos especialistas.

A sessão inicia-se com a apresentação de André Peralta Santos, da Direção-Geral da Saúde, sobre a situação epidemiológica, seguindo-se a perspetiva da evolução da incidência e da transmissibilidade do vírus SARS-CoV-2 a cargo de Baltazar Nunes e Ricardo Mexia, do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA).

João Paulo Gomes, também do INSA, fará a atualização das variantes do vírus no país, cabendo a Henrique de Barros, do Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto, uma apresentação sobre um ano de aprendizagem da covid-19 em Portugal.

A reunião prossegue com a apresentação das perceções sociais da pandemia no país, a cargo de Carla Nunes, da Escola Nacional de Saúde Pública da Universidade Nova de Lisboa, e com o ponto de situação da vacinação pelo coordenador da `task force´ vice-almirante Henrique Gouveia e Melo.

No início da segunda semana de reabertura do país, Portugal apresentava, na segunda-feira, uma incidência de 81,3 novos casos de infeção com SARS-CoV-2 por 100 mil habitantes e um índice de transmissibilidade (Rt) de 0,89, segundo o boletim conjunto da Direção-Geral da Saúde e do INSA.

Estes indicadores – uma incidência do número de novos casos de covid-19 abaixo dos 120 por 100 mil habitantes e um índice de transmissibilidade (Rt) inferior a 1 -, são os critérios definidos pelo Governo para a revisão continua do processo de desconfinamento.

Na quinta-feira, a Assembleia da República vai debater e votar o projeto de decreto presidencial para a renovação do estado de emergência por novo período de 15 dias, com efeitos a partir de 01 de abril e que abrangerá o período da Páscoa.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade [video width="1280" height="1280" mp4="https://www.noticiasdecoimbra.pt/wp-content/uploads/2020/11/banner-NDC-radioboanova.mp4" loop="true" autoplay="true" preload="auto"][/video]
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com