Conecte-se connosco

Desporto

Pedro Pichardo: “Vim cá para ganhar a medalha de ouro”

Publicado

em

O campeão olímpico e mundial Pedro Pablo Pichardo assumiu hoje que está nos Europeus de atletismo de Munique em busca do ouro no triplo salto, cuja final se realiza na quarta-feira.

“Na quarta-feira, a ver se as coisas se alinham. Vim cá para ganhar a medalha de ouro e fazer um bom salto. Vamos esperar a ver o que acontece”, disse, à agência Lusa, após se qualificar para a final.

Pichardo precisou de um segundo ensaio para ultrapassar os 16,95 metros fixados como necessários, conseguindo-o em 17,36 depois dos 16,89 na primeira tentativa, a seis centímetros do objetivo.

“No primeiro salto fiz um mau apoio, o que deixou o meu treinador chateado, não gostou. O segundo foi muito bom, consegui ultrapassar a marca de qualificação e cumprir o meu objetivo para hoje”, esclareceu.

Pichardo recordou que a sua relação com o seu técnico, igualmente seu pai, é determinante para os êxitos na sua carreira.

“Durante a competição, eu e o meu treinador quase não falamos. Só nos olhamos e já sei o que tenho de fazer. Falamos pouco. Além de treinador e meu pai, é o meu melhor amigo. Isso ajuda muito nos resultados do Pedro Pichardo”, destacou.

O atleta destacou a “confiança um no outro” e revelou que, quando não está bem fisicamente, o seu progenitor é quem o empurra para os melhores desempenhos, ajudando-o “muito, muito”.

Pedro Pablo Pichardo disputa a final do triplo salto na quarta-feira, às 19:15 (hora de Lisboa), juntamente com Tiago Pereira, que entrou com o 10.º melhor tempo.

O principal favorito ao ouro, depois do título mundial em Eugene, Estados Unidos, há um mês, apurou-se com o melhor registo, 16 centímetros mais do que o italiano Emmanuel Ihemeje.

A segunda edição dos campeonatos Europeus multidesportos está a decorrer em Munique até 21 de agosto e reúne nove modalidades, estando Portugal representado em sete, nomeadamente atletismo, canoagem, ciclismo, ginástica artística, remo, ténis de mesa e triatlo.

A seleção portuguesa tinha conquistado, até hoje, uma medalha de ouro, através do ciclista Iúri Leitão, que se sagrou campeão europeu de scratch, no ciclismo de pista, pelo que agora já tem dois pódios, depois de Auriol Dongmo ter arrecadado a prata no lançamento do peso.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade