Partidos

Paulo Rangel disposto a propor ao PSD introdução do voto preferencia

Notícias de Coimbra | 10 anos atrás em 11-01-2014

O eurodeputado do PSD Paulo Rangel manifestou-se hoje disposto a propor ao PSD a aceitação do voto preferencial que dá aos cidadãos a possibilidade de ordenar as listas de candidatos.

PUBLICIDADE

“Eu acho que o próprio PSD, e eu estarei disposto a fazer essa proposta, devia avançar no sentido de aceitar o voto preferencial”, disse Paulo Rangel aos jornalistas, em Coimbra, à margem de uma conferência sobre a revisão constitucional.

Paulo Rangel disse que as eleições europeias seriam “um bom ensaio” para o novo sistema, embora tenha admitido que falta “pouco tempo” para o ato eleitoral para o Parlamento Europeu.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

“Seria um bocadinho precipitado fazer isso agora de um minuto para o outro, mas como estamos num momento tão importante para o país fazer agora essa experiência era uma forma também de motivar os eleitores”, referiu.

PUBLICIDADE

De acordo com o eurodeputado social-democrata, os eleitores poderiam ter um poder “que até hoje nunca tiveram”, o poder de escolher “quem são os candidatos que entram em primeiro lugar, em vez de serem os diretórios partidários a escolher”.

“Isto podia ser um fator de ligação dos eleitores aos partidos e obviamente de abertura do sistema político”, alegou Paulo Rangel.

Na conferência, promovida pelo Fórum Democracia e Sociedade, Paulo Rangel defendeu a ideia da necessidade de uma reforma do sistema político em Portugal, “que pode ser feita sem revisão constitucional”.

“E a reforma deve ser feita no sentido de aproximar os partidos da sociedade”, declarou.

Related Images:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE