Conecte-se connosco

Opinião

PAULO AMADO: Recupere qualidade de vida…ARTICULE-SE…

Publicado

em

 Sem Título

As próteses do tornozelo constituem uma alternativa recente no tratamento das artroses graves do tornozelo, que até aqui eram sujeitas a técnicas que eliminavam o movimento essencial para a marcha, técnicas essas conhecidas por artrodeses, ou seja, através da fixação do tornozelo, se trata-se a dor mas elimina-se o movimento. Com o êxito das próteses da anca e joelho, desde há cerca de 20 anos iniciou-se a investigação sobre a possibilidade de se desenvolver uma prótese do tornozelo, que permitisse diminuir a dor desta articulação, mantendo o movimento. Em Portugal, acompanhamos desde o início, esta investigação, sendo mesmo hoje um dos países europeus com mais experiência nestas próteses.

Os nossos pés são o contacto direto e obrigatório com o mundo que nos rodeia, permitindo uma posição que nos distingue de outros seres vivos, como a marcha em posição ortostática.  Daí o movimento constituir uma característica muito necessária em todas as nossas articulações. Em caso de “desgaste” da articulação, neste caso o tornozelo, é de toda a importância manter essa mobilidade, que aqui é preservada com as próteses do tornozelo. Sendo uma técnica inovadora, ainda em desenvolvimento,  já temos uma larga experiencia que nos permite tratar os nossos doentes com segurança e eficácia.

Doenças existem em que esta técnica é de grande utilidade, tal como são os doentes com doenças reumatoides, ou sequelas de acidentes traumáticos. Existem centros em Portugal de Norte a Sul, especializados nesta técnica, que necessita de muita experiência da equipa cirúrgica e uma eficaz recuperação. Com o evoluir da ciência médica, aliada à bio-engenharia, as próteses do tornozelo têm-se tornado melhores na sua função, quando aplicadas nos doentes.

Cumprimos assim, nós Médicos Ortopedistas, a nossa função de melhorar a mobilidade dos nossos doentes.

 PAULO AMADO

Ortopedista, membro da Sociedade Portuguesa de Ortopedia e Traumatologia

 

 

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link