Conecte-se connosco

Coimbra

Pastelarias de Coimbra preparadas para uma Páscoa diferente com a doçura de sempre! (com vídeos)

Publicado

em

As pastelarias em Coimbra encontram-se nos preparativos para a Páscoa, onde mesmo num ano atípico a procura pelos produtos tradicionais da Páscoa se mantêm, sobretudo pelas amêndoas artesanais, entre as quais as amêndoas de Coimbra, e pelo folar tradicional, o pão de ló, e ninho de ovos.

Apesar de se estar a comemorar uma Páscoa com restrições, as pastelarias sentem que ainda há uma tentativa de procurar alguma normalidade nesta época, sem esquecer os doces tradicionais mesmo que sem as festividades comuns nesta época.

As pastelarias já registam encomendas para o fim-de-semana da Páscoa, e a procura sentiu-se desde quinta-feira passada, dia anterior às restrições de deslocações entre concelhos. Consideram ainda que este período da Páscoa pode representar uma pequeno recuperar da economia depois dos meses de confinamento.

Sónia Joaquim, gerente da pastelaria Tertúlia dos Sabores, em Santa Clara, conta ao Notícias de Coimbra que este início da semana que antecede a Páscoa ainda está calmo, e acredita “que mais perto do fim de semana exista mais procura das iguarias típicas da Páscoa”. Entre os doces típicos à venda na Tertúlia dos Sabores encontra-se o Morgado do Bussaco, que recebeu o prémio de medalha de prata na Feira Nacional de Santarém, e o Pão de Ló húmido também já medalhado por três vezes, e que recebeu medalha de ouro na Feira Nacional de Santarém, refere Sónia Joaquim.

 

Um Pão de Ló húmido também premiado na cidade de Coimbra é o da pastelaria Flor de Santa Apolónia, no Bairro da Quinta de Santa Apolónia, que recebeu a medalha de bronze em 2019. As sócias da pastelaria, Liliana e Sandra, explicam que “as encomendas do pão de ló húmido têm tido muito sucesso e muita aceitação entre os clientes”, às quais se juntam as encomendas de ninhos e folares tradicionais da Páscoa.

Ricardo Paiva, da Pastelaria Vasco da Gama, na Avenida Calouste Gulbenkian em Celas, explica ao NDC a variedade de produtos que a pastelaria apresenta pela altura da Páscoa, entre os quais o folar com ovos, o folar salgado e o folar transmontano, uma nova especialidade da casa. Também as amêndoas da Vasco da Gama com variedade desde a amêndoa da casa que é a amêndoa de cacau, também a amêndoa de Milão, de Coimbra, de chocolate, e uma aposta diferente, a avelã com chocolate de leite. Ricardo Paiva refere ainda que a pastelaria optou por fazer entregas de encomendas noutros pontos do país que não só Coimbra, uma vez que se as deslocações entre concelhos se encontram restritas.

 

Da Pastelaria Vénus, também na Avenida Calouste Gulbenkian, a funcionária Adriana Carvalho entende que os clientes aproveitaram para comprar os produtos típicos antes das maiores restrições de deslocação. A procura na Vénus é sobretudo pela amêndoa de Coimbra, a amêndoa de fabrico próprio, e a cavaca de Coimbra com amêndoa de Coimbra recheada no interior, bem como pelos folares com ovos e sem ovo e pelo pão de ló.

Idalinda Oliveira, proprietária da Pastelaria Visconde, na Rua Visconde da Luz, conta ao NDC que este ano a maior procura é pelo folar salgado com recheio de carnes defumadas, que ganhou o primeiro prémio do folar no ano passado. “Existe uma procura por este folar salgado por todo o país”, refere Idalinda Oliveira. Existe ainda a venda de folares de ovo, a meia lua e folares rústicos sem recheio. Em termos de amêndoas da Páscoa vende a típica amêndoa de Coimbra e a amêndoa de fabrico próprio.

Margarida Domingues, proprietária da Pastelaria Penta, na Rua da Sofia explica ao NDC que já têm “algumas encomendas para sexta-feira e sábado, mas até ao momento verifica-se sobretudo a procura ao balcão. O folar tem maior procura perto do fim-de-semana, e por isso também a produção destes produtos aumenta nesses dias. Estamos a receber encomendas e a trabalhar com entregas ao domicilio. Temos contacto de pessoas de fora de Coimbra que como não se podem deslocar pedem que a Pastelaria Penta faça entregas das ofertas na cidade”.

Na Pastelaria Moinho Velho, na Rua João de Ruão, Sónia Ribeiro, proprietária, conta que é possível encomendar para a Páscoa o já medalhado com ouro e prata Pão de Ló e ainda produtos como os ninhos da Páscoa, as cavacas, o folar com ovo, sem ovo, em formato de meia lua, e ainda todas as amêndoas de fabrico próprio, desde a amêndoa caramelizada, com cobertura de fruta, de chocolate negro, e a amêndoa de Coimbra.

A Pastelaria Briosa, no Largo da Portagem, a proprietária, Orlanda Duarte, explica ao NDC que este ano o trabalho da época da Páscoa foi mais positivo do que ano passado porque estão melhor preparados para as limitações impostas. “A procura é menor mas a tradição ainda se mantém e ainda existe a procura dos doces típicos”, explica.

As amêndoas estão disponíveis na Pastelaria Briosa há já mais de um mês para as compras antecipadas para que não se juntem todas na semana de Páscoa. Amêndoas de sabores diferentes como caramelo salgado, framboesa, tiramisu, stracciatella, côco, diversos chocolates e também as figuras de Páscoa, e ainda a amêndoa de Coimbra e a amêndoa de sobremesa. Bem como os doces das arrufadas, folar, suspiros, entre outros doces típicos da Páscoa. A Briosa tem ainda serviços online e o serviço Briosa em casa, com envio de encomendas para o domicilio.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link