Conecte-se connosco

Saúde

Parlamento Europeu reúne-se até quinta-feira com reforço da agência do medicamento na agenda

Publicado

em

O Parlamento Europeu (PE) reúne-se entre hoje à tarde e quinta-feira em Estrasburgo em sessão plenária, a segunda presencial desde outubro de 2020, com o reforço do mandato da Agência Europeia do Medicamento na agenda.

Os eurodeputados, que estiveram impedidos de ir a Estrasburgo durante meses e a trabalhar em regime virtual e híbrido, só em Bruxelas, devido à pandemia da covid-19, vão debater na quarta-feira a sua posição para as negociações com o Conselho da União Europeia (UE) sobre um papel mais forte da Agência Europeia do Medicamento (EMA, na sigla inglesa).

A votação sobre a extensão do mandato do regulador de medicamentos da UE na preparação e gestão de crises para medicamentos e dispositivos médicos está marcada para quinta-feira.

Na terça-feira, o PE deverá adotar regras para agilizar projetos de redes transeuropeias e disponibilizar 30 mil milhões de euros para projetos de transporte, digital e energia, incluídos no Mecanismo Interligar a Europa no período 2021 a 2027.

Na quarta-feira, os eurodeputados vão debater com o Conselho da UE e a Comissão Europeia o risco de discriminação enfrentado por pessoas LGBTIQ na Hungria, bem como o Estado de direito e a situação dos direitos fundamentais na Polónia e na Hungria.

O PE irá também avaliar um regulamento temporário que permite aos fornecedores de comunicações online detetar e remover voluntariamente materiais relacionados com abuso sexual infantil online, com debate agendado para segunda-feira e votação no dia seguinte.

Os deputados irão ainda debater as prioridades da presidência eslovena do Conselho da UE, que decorre este semestre.

Os trabalhos do PE são interrompidos em agosto.

A covid-19 é provocada pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link